Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Campeão brasileiro, Fluminense também terá lista de dispensas

Zagueiro Cássio e o meia argentino Equi González já foram avisados que não terão o compromisso renovado. Clube estuda contratação de reforços

Gazeta Esportiva |

O elenco campeão brasileiro pelo Fluminense será mantido em sua maioria para a próxima temporada. Porém, isso não significa que alguns jogadores não serão dispensados e liberados para procurar outro clube em 2011. Afinal de contas, como pretende contratar reforços, o clube das Laranjeiras que reduzir o plantel e enxugar a folha salarial, considerada alta.

Com contrato chegando ao fim em 31 de dezembro, o zagueiro Cássio e o meia argentino González já foram avisados que não terão o compromisso renovado. O primeiro nunca conseguiu se firmar e perdeu espaço com a chegada de Muricy Ramalho. Leandro Euzébio e Gum acabaram assumindo de vez a condição de dupla de zaga titular. Quando um dos dois não podia atuar, o treinador optava por André Luís. Com a permanência desses três já decretada e com a possível contratação de Rodolfo, revelado nas categorias de base do Fluminense e com os direitos federativos ligados ao Lokomotiv Moscou, da Rússia, Cássio acabou perdendo de vez espaço no clube.

A situação de González é ainda mais complicada, pois ele nunca conseguiu se firmar como titular, independentemente do treinador que esteve à frente do elenco. Com Cuca ele já tinha poucas oportunidades, que se tornaram ainda mais raras com Muricy Ramalho. Com algumas lesões musculares, ele ainda deixou de figurar até mesmo na lista de reservas no fim da temporada. Como o Fluminense sonha em repatriar Thiago Neves, que está no Al-Hilal, da Arábia Saudita, a ordem é cortar algum jogador do meio de campo. Assim, como o brasileiro naturalizado português Deco e o argentino Conca estão assegurados, a vaga entre os dispensados acabou sobrando mesmo para Equi González.

O clube também vai se desfazer de dois dos quatro goleiros que tem no elenco à sua disposição. Muricy Ramalho pediu a contratação de um nome experiente para ser titular na disputa da Copa Libertadores e indicou ainda que pretende contar com Ricardo Berna na condição de primeiro reserva. Kléver, revelado nas categorias de base e tido como muito promissor, seria o terceiro goleiro do elenco. Assim, Fernando Henrique e Rafael deverão ser procurados para terem o contrato rescindido e procurarem outro clube.

Quem também corre o risco de sequer esquentar o lugar nas Laranjeiras é o atacante Adriano, o "Michael Jackson", que retornou de empréstimo esse mês. O jogador conta com a simpatia de Muricy Ramalho, porém o treinador não o trata como uma prioridade. Como o artilheiro se destacou pelo Bahia na Série B do Campeonato Brasileiro e tem muito mercado, é visto como moeda de troca pela diretoria. Para o setor o Fluminense conta com Emerson, Fred, Rodriguinho, Tartá e Washington, que, inclusive, terá o contrato renovado.

Além de reduzir o elenco para poder contratar reforços, a diretoria tem como uma prioridade para os próximos dias prorrogar o contrato de Conca, que chegará ao fim em dezembro de 2011. O jogador vem sendo muito assediado por clubes europeus, mas assegurou que vai disputar a Copa Libertadores pelo Fluminense. No meio de 2010, quando o clube aumentou o salário de Fred em troca de um aumento proporcional no tempo de contrato, Muricy Ramalho deu uma declaração dizendo que Conca deveria ser encarado como prioridade, já que atuou em todos os jogos do time no Campeonato Brasileiro. Na época as falas do comandante soaram como provocação a Fred, mas na verdade era um alerta sobre o risco de assédio a Conca.

A ideia da diretoria do Fluminense é ter toda a situação contratual do elenco, incluindo a prorrogação do vínculo de Conca, definida em 3 de janeiro, data da reapresentação do plantel. Como a prioridade será a disputa da Copa Libertadores, é possível que, em nome de uma boa pré-temporada, Muricy Ramalho decida disputar a Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, com uma formação de reservas, reforçada de atletas recentemente promovidos das categorias de base. Mas o assunto ainda será discutido.

Leia tudo sobre: fluminensemercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG