Sem o experiente zagueiro, time tem aproveitamento de campeão. Com ele, tem média do 13º colocado

A campanha do Inter com e sem o zagueiro Bolívar apresenta grande variação. Nos seis jogos recentes em que ele ficou fora, foram três vitórias e três empates. A volta do capitão do time coincidiu com a derrota na rodada passada, para o Atlético-PR .

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O aproveitamento de 12 em 18 pontos conquistados (66,6%), quando a zaga foi formada por Rodrigo Moledo e Juan, deixaria o Inter como líder do Brasileirão. ( Veja a classificação atual )

Com Bolívar em campo, foram 27 em 60 pontos disputados (45%). O iG já havia destacado que o defensor precisaria lutar contra o retrospecto. O insucesso na rodada passada fez o aproveitamento despencar ainda mais. Com 45%, o Inter seria apenas o 13º colocado no Brasileirão.

O técnico Dorival Júnior ainda não definiu quem escalar para a próxima rodada. O Vasco visita o Beira-Rio, domingo, 16h. Juan deve ser mantido no lado esquerdo da zaga. Bolívar disputaria posição com Rodrigo Moledo, que volta de suspensão.

Relembre o caso:

Criticado por torcida e imprensa, Bolívar pediu para se afastar do time após o empate contra o Santos, quando o Inter abriu três gols de vantagem, mas cedeu o empate. Foram quatro jogos em que ele sequer foi relacionado. Nos dois jogos seguintes, o zagueiro voltou a participar das concentrações, mas ficou no banco de reservas .

Durante esse período, o Inter ganhou três e empatou outros três jogos, vivendo uma de suas melhores sequências no Brasileiro. Bolívar voltou na rodada passada e o Inter quebrou sua rotina: perdeu para o Atlético-PR .

Multicampeão pelo Inter (10 títulos), Bolívar já foi mais prestigiado pela torcida. Chegou a receber o apelido de "General", por sua liderança no grupo. Atualmente, já não tem tanto apoio. Boa parte da torcida prefere que o jovem Rodrigo Moledo siga recebendo chance.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e escolha sua zaga ideal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.