Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Calmo, Jorginho teme "salto maior que o Canindé" na Portuguesa

Apesar da boa fase do time paulista na Série B, técnico quer que os jogadores não se empolguem demais

Gazeta |

Com oito pontos de vantagem para a vice-líder Ponte Preta e consideráveis 12 pontos de superioridade em relação ao Boa-MG, quinto colocado, a Portuguesa caminha a passos largos para o título da Série B. O técnico Jorginho, porém, pede que seus jogadores mantenham a cautela.

"Vocês (jornalistas) ficam como se fossem diabinhos, dizendo que já subiu, já ganhou. Nós temos que fazer o anjinho. 'Não pensa assim, não vai na deles'. Se eles (jogadores) acreditarem no elogio, acreditam demais e o salto fica maior que o Canindé, aí nos prejudicamos", comentou o treinador, que esbanjou bom humor após a vitória rubro-verde sobre o ASA-AL, por 2 a 0, na noite desta terça.

Até as suspensões viraram motivo de piada. Após Marco Antonio receber o terceiro amarelo e tornar-se desfalque certo para o compromisso da 29ª rodada, contra o Salgueiro, Jorginho mandou a campo seu substituto natural: Ivo. No entanto, o jovem precisou de poucos segundos para ser advertido, também com o terceiro cartão.

Jorginho simulou estar nervoso e chegou a dizer que pediria que a diretoria multasse o jogador, o que negou logo na sequência, abrindo um sorriso. O comandante espera que a boa fase seja mantida e renda, além do acesso quase confirmado, o título.

"Nós vamos lutar pelo título, a Portuguesa tem que pensar sempre nisso e fazer times para isso. A torcida merece, a história do clube merece e esses atletas merecem. A Portuguesa tem que lutar para ser campeã em qualquer campeonato que disputar", discursou.

Leia tudo sobre: PortuguesaJorginhoSérie B 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG