Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Caixinha dos jogadores do Grêmio sofre reajuste

Gordinhos, atrasados e violentos têm que pagar multa no Olímpico

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Principal artifício para controlar um tumultuado vestiário no ano passado, a caixinha dos jogadores continuará em 2011 no Grêmio. Com um detalhe, porém. O técnico Renato Gaúcho decidiu inflacionar as multas por excesso de peso, atrasos a treinos e expulsões desnecessárias.

“Como muitos renovaram contrato e tem a inflação... a caixinha subiu. Digo mais: subiu bem”, brincou o treinador.

AE
Renato Gaúcho controlas seus jogadores com multas

Embora Renato não revele o valor do reajuste, a reportagem do iG apurou que o índice é de 20%. Neste caso, a punição para os gordinhos, único valor divulgado pelo comandante em 2010, passou de R$ 500 para R$ 600 por quilo. Para comparar: o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medidor Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), fechou 2010 com taxa acumulada de 5,91%.

Renato decidiu pelo reajuste após as renovações de contrato de André Lima, Lúcio, Vilson e Junior Viçosa. O comandante não revelou se algum jogador já teve de pagar alguma multa desde o começo da pré-temporada.

“Dei prazo para eles até segunda-feira. Depois, o pagamento está em vigor”, disse Renato.

A medida foi adotada quando o Grêmio contratou Renato, em agosto do ano passado, após problemas disciplinares de alguns atletas com Silas. Em dezembro, o total arrecadado foi doado ao Instituto Geração Tricolor, que atende crianças entre seis e 14 anos familiares de atletas das categorias de base e filhos de funcionários do clube. O valor não foi revelado.

Leia tudo sobre: GrêmioCaixinhaMultas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG