Treinador do Botafogo perdeu as duas últimas partidas importantes que disputou contra a equipe mineira

Adversário desta noite, o Atlético-MG não é de boas lembranças para o técnico Caio Júnior . Por dois anos seguidos, com Palmeiras e Flamengo , o treinador perdeu para o time atleticano e ficou longe dos objetivos traçados. Agora no Botafogo , o jogo é a pela Copa Sul-Americana, que vai ser disputado às 21h50, no Ipatingão.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time

Em 2007, o Palmeiras de Caio Júnior precisa apenas vencer o Atlético-MG, no Palestra Itália, na última rodada do Brasileirão, para se classificar para a Copa Libertadores. Com 58 pontos, o time palmeirense poderia até se classificar em caso de derrota, desde que o Cruzeiro não vencesse o América-RN, no Mineirão. Como a equipe celeste venceu, somente a vitória salvaria o Palmeiras.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

No entanto não foi o que ocorreu. Melhor no jogo, o Atlético-MG abriu o placar com Éder Luís. O ex-atacante Edmundo, de pênalti, empatou ainda no primeiro tempo. Precisando dos três pontos para se classificar para a Copa Sul-Americana, a equipe mineira, então dirigida por Emerson Leão, marcou mais duas vezes, com Marinho e Eduardo.

Siga o Twitter do iG Botafogo e receba notícias do time em tempo real

O resultado negativo e a não classificação para a Libertadores custaram o emprego de Caio Júnior, que deixou o Palmeiras e foi para o Goiás. “A derrota para o Atlético-MG e a conseqüente não classificação para a Copa Libertadores colaboraram bastante para minha saída. Em conversa com a diretoria, consideramos desnecessário iniciar o ano desgastado”, declarou o treinador em dezembro de 2007.

No ano seguinte, já no Flamengo, o técnico Caio Júnior viu o Atlético-MG protagonizar um Marcanazzo. Mesmo com mais de 80 mil pagantes o time mineiro venceu por 3 a 0, com gols de Castillo, Renan Oliveira e Leandro Almeida. O jogo válido pela 29ª rodada poderia deixar o Flamengo na terceira colocação, mas a derrota tirou o time rubro-negro do G4.

O Flamengo até voltou a figurar entre os quatro primeiros colocados por mais duas rodadas, no entanto o resultado negativo diante do Atlético-MG foi atribuído como o principal motivo de o time ter deixado a briga pelo título e ter ficado fora da Libertadores de 2009. Apesar de declarar que a vitória atleticana foi justa e merecida, Caio Júnior reclamou da postura dos jogadores do Atlético-MG no lance que originou o segundo gol.

"Achei que o pior foi o 2 a 0. Um jogador do Atlético-MG (Serginho) falou para o Marcelinho que ia devolver, outros jogadores ouviram. Não houve fair play e saiu o segundo gol. O Paulo (César de Oliveira) deveria ter interrompido o jogo, tinha de ter tomado uma atitude”, reclamou o treinador em outubro de 2008.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.