Técnico do Botafogo acha que gol marcado após pênalti duvidoso definiu derrota de 5 a 0 para o Coritiba

nullMinimizar os estragos de uma goleada incomum. Esse foi o tom da entrevista coletiva do técnico Caio Júnior , do Botafogo , após a derrota de 5 a 0 para o Coritiba , no Couto Pereira, no último domingo. Tentando preservar os jogadores, o treinador não fez duras críticas ao time e apontou o segundo gol do time curitibano, covertido após a marcação de uma penalidade controversa, como responsável pelo pesado revés fora de casa.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"Jogamos um primeiro tempo bom, com o Coritiba chutando bastante ao nosso gol, mas com as principais chances sendo do Botafogo. Alguns momentos do jogo em que criamos, poderiam ter sido decisivos. Sofremos um gol no fim da primeira etapa por falha nossa. No segundo tempo, o pênalti decidiu o jogo. A equipe sentiu bastante. Pesou na atuação do resto do jogo. O restante foi desastroso. Foi uma tarde desastrosa", declarou o treinador do Botafogo.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

O atacante Loco Abreu encontrou outra explicação para a goleada: o calendário apertado do futebol brasileiro. Com jogos a cada três dias, o capitão do Botafogo acredita que o time sentiu o desgaste e teve dificuldades para reverter o placar na segunda etapa.

Entre para a Torcida Virtual do Coritba ou Botafogo e convide seus amigos

"Não é desculpa para a derrota. É a realidade. Não tem como uma equipe jogar a cada três dias. Suportar essa sequência de jogos é desumano. A gente cansa. Jogamos o primeiro tempo de igual para igual, mas no segundo tempo não conseguimos fazer nada e o Coritiba aproveitou. Não tivemos forças para reagir, mas ainda estamos na briga pelo título", disse Loco Abreu.

Com a derrota, o Botafogo continua na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com 40 pontos. Porém, com um jogo a menos que o Corinthians, líder com 43 pontos. Na próxima rodada o time carioca terá pela frente o clássico contra o Flamengo, no domingo, às 16h, no Engenhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.