Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Caio Jr. pede Botafogo agressivo para partida contra o Paraná

Treinador acredita que equipe não deve atuar segurando a vantagem construída no primeiro confronto

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Por ter vencido a partida de ida contra o Paraná na última quarta-feira, por 2 a 1, o Botafogo pode até perder por 1 a 0 na partida desta quarta, que garante a vaga na próxima fase da Copa do Brasil. Porém, apesar da vantagem conquistada, o técnico Caio Júnior não quer que o time jogue esperando o adversário. Para o treinador, o resultado conquistado na primeira partida pode ser ilusório.

“Copa do Brasil é completamente diferente das outras competições, porque é eliminatório. Não tem tempo de se recuperar. Eles sabem que nossa vantagem não é uma grande vantagem. Temos que fazer um gol, pois o Paraná terá que marcar três e ai teremos um resultado mais tranquilo na partida”, declarou o treinador do Botafogo.

O treinador também explicou as mudanças que realizou na equipe titular, trocando o volante Rodrigo Mancha por Arévalo e o zagueiro Márcio Rosário por João Filipe, além de Somália, que suspenso, dará lugar ao volante Bruno Tiago. Segundo o treinador, as mudanças foram feitas pelo que os jogadores desempenharam nas últimas partidas.

“É difícil ter certeza que vai ser o melhor para a equipe, mas estou trabalhando em cima dos fatos, análises de jogo e característica dos jogadores. Sem ter tempo de treinar, já que temos jogo no domingo e na quarta, estou mudando baseado nas características do que vi nos dois jogos, pela necessidade de resultados e de acertar a equipe”, disse Caio Júnior.

Apesar do discurso de tornar o Botafogo uma equipe mais ofensiva, que tenha melhor posse de bola, Caio Júnior sabe que os resultados positivos são fundamentais no início de trabalho e pede paciência até imprimir seu estilo no time.

“Não adianta jogar bem e não se classificar. Essa é a tônica do futebol brasileiro. Com o tempo sim, pretendo jogar bem e ganhar as partidas. Do que apresentamos nessas duas partidas, quero o primeiro tempo contra o Paraná e o segundo contra o Resende. Foi um time já mais agressivo”, declarou o treinador do Botafogo.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG