Traremos quatro peças que não são de expressão - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Caetano esfria expectativa de PC no Vasco: Traremos quatro peças que não são de expressão

Incomodado com atrasos de salário, dirigente esvazia sonho de PC Gusmão, que pediu Nilmar e Grafite. Ele busca atletas livres para negociar e fala sobre problemas para receber patrocínio. Reforço de peso, talvez no meio de 2011

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

O técnico Paulo César Gusmão pediu ao Vasco a contratação de dois atacantes de peso: Nilmar e Grafite. Mas o diretor-executivo Rodrigo Caetano, diante de um quadro de salários atrasados e falta de previsão para que o clube possa receber a verba de seu patrocinador principal, tratou de esfriar as expectativas da torcida, em entrevista ao iG. Ele avisou que serão quatro contratações para 2011, nenhuma delas que permita a quem já está sem receber no clube se perguntar como é possível onerar ainda mais a folha que não vem sendo paga.

Caetano busca dois atacantes, um meia e um zagueiro. Primeiramente, tentará contratar entre os clubes da Série A do Brasileiro. Se não houver opções que agradem, pode partir para o mercado sul-americano. Um "grande projeto", como disse o dirigente, só para meados de 2011, quando a janela mais longa para transferências internacionais for aberta.

"Vamos trazer quatro peças que não são peças de expressão, mas são as que estão dentro da realidade do Vasco hoje. É até difícil por esse momento. A janela é curta e temos de trabalhar dentro das condições salariais e financeiras do clube, sem gerar uma falsa expectativa para o torcedor. Mas vamos mirar talvez em um grande projeto para o meio do ano. Buscamos agora dois para o ataque, um para o meio e outro para a zaga. Estamos trabalhando para que façam a pré-temporada com os demais", disse Caetano.

"Honrar os compromissos seria ótimo reforço para 2011"
Ele explicou que o clube só tentará com jogadores que estejam livres para negociar. Não cogita a possibilidade de investir, no momento, em direitos sobre algum atleta ou ainda pagar por um empréstimo.

"Vamos conversar com jogadores que estejam em condição de negociar por si, e não junto com o clube, senão fica caro e o Vasco não tem essa condição. Vamos trabalhar para que os compromissos sejam honrados e isso facilite o nosso trabalho. Honrar os compromissos seria um grande reforço para o próximo ano", afirmou.

Problemas para receber verba de patrocínio
O diretor lamentou os problemas com o patrocinador principal, a Eletrobrás, semelhantes aos que levaram o Flamengo a romper a antiga parceria com a Petrobras. Para receber a verba de uma estatal, o clube precisa preencher uma série de requisitos, entre eles manter em dia o pagamento de acordos de dívidas antigas com a União e o pagamento de impostos. Não há prazo para uma solução.

O problema incomoda Caetano e o pagamento em dia foi uma das exigências do diretor para permanecer em São Januário, mesmo com propostas de clubes notoriamente em melhor condição financeira no momento, como Grêmio e Fluminense.

"É muito de fases, às vezes a coisa acontece, de repente temos problemas, até pelo nosso patrocinador. Mas o nosso presidente (Roberto Dinamite) e o vice de futebol (José Hamílton Mandarino) estão trabalhando forte, até porque foram condições para a permanência, para que tenhamos mais facilidade no dia a dia e tenhamos nossos atletas concentrados apenas em trabalhar. Essa questão do patrocínio é difícil, inviabiliza você ter a certeza do recebimento. Não nos eximimos da responsabilidade, será um ano de cobrança, mas não adianta falar ao torcedor que faremos contratações bombásticas", explicou.

Pré-temporada confirmada em Atibaia
Ele confirmou que a pré-temporada não será em Vila Velha, no Espírito Santo, o primeiro plano. A equipe se instalará de 4 a 14 de janeiro num resort em Atibaia, em São Paulo, fazendo possivelmente um amistoso no dia 15 contra uma equipe de fora do país que esteja de passagem pelo Brasil. O clube tem dois times como opção para a partida, mas o acordo ainda não foi fechado e, por isso, os nomes não foram revelados.

Leia tudo sobre: futebolvasco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG