Clube mineiro já movimentou mais de R$ 50 milhões entre vendas e compras de jogadores na temporada 2011

A 19ª contratação do Atlético-MG em 2011, o atacante André custou R$ 4,9 milhões aos cofres do clube. No total a equipe mineira já gastou mais de R$ 28 milhões em reforços para a temporada. Em relação ao ano anterior, o Atlético-MG já investiu quase 50% a mais. No ano passado foram gastos pouco mais de R$ 20 milhões (valor gasto em compra ou empréstimo), num total de 24 contratações. No entanto, o faturamento com a liberação de atletas aumentou mais de 100%.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Se em 2010 o Atlético-MG recebeu pouco mais de R$ 10 milhões com venda de jogadores, sendo o jovem João Pedro o valor mais elevado, em 2011 o clube mineiro já fez mais de R$ 22 milhões, com as saídas de Obina, Diego Souza , Diego Tardelli e Kléber . Se a chegada de jogadores de fora do país não é mais possível na temporada, os clubes estrangeiros ainda podem buscar atletas no Brasil, o que pode aumentar a receita com a transação de direitos federativos.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e chame seus amigos

Contratação mais cara da história do futebol mineiro, o atacante Guilherme continua como o investimento mais alto para a temporada. O Atlético-MG gastou R$ 14 milhões para contratar o jogador , nesse caso com ajuda de parceiros. A compra de André foi com recursos próprios, assim como nos casos de Dudu Cearense, Patric e Richarlyson , os reforços que custaram mais de R$ 1 milhão.

Veja o valor gasto com cada jogador em 2011:

Nome Valor* Situação
Guilherme 14 milhões Comprado
André 4,9 milhões Comprado
Dudu Cearense 2,5 milhões Comprado
Patric 2,2 milhões Comprado
Richarlyson 1,5 milhão Comprado
Toró 750 mil Comprado
Guilherme Santos 680 mil Trocado
Wesley 500 mil Comprado
Jonatas Obina 500 mil Comprado
Jóbson** 300 mil Emprestado
Gilberto 200 mil Emprestado
Lee Valor não revelado

Comprado

* Valores em Reais (R$)
** Já deixou o Atlético-MG

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.