Goleiro, que já defendeu o time paulista, diz que meta é a Libertadores e que não dá bola para quem será o campeão

O goleiro Felipe , do Flamengo , diz que não pensa em ajudar o Corinthians , sua ex-equipe, na luta pelo título do Campeonato Brasileiro . Segundo ele, não faltam pedidos dos ex-colegas de clube, mas a única preocupação é ajudar o próprio Flamengo .

Leia mais: Willians se recupera e joga clássico contra o Vasco no domingo

"A gente sempre escuta pedidos dos amigos que continuam lá. Mas cada um faz o seu”, disse Felipe , que neste domingo estará em campo no clássico contra o Vasco, único concorrente do Corinthians ao título.

Fla quer Libertadores; Corinthians e Vasco buscam título. Veja a classificação

Além de atrapalhar o Vasco, o Flamengo tem outra meta. “Nossa prioridade, nosso objetivo, é classificar o Flamengo para a Libertadores. Conseguindo isso, automaticamente o título vai para o Corinthians ", afirmou Felipe .

Leia também: Léo Moura diz que que não quer ver o rival Vasco campeão

Supersticioso, o goleiro diz que pensamento positivo é uma arma do Fla no clássico. "Não podemos pensar em coisa ruim ou em não conseguir o resultado. Isso chama coisa ruim. Nosso grupo só pensa em coisas boas, em coisas positivas", afirmou.

Veja ainda:  Coincidências e equilíbrio marcam duelo entre Diego Souza e R10

O Corinthians lidera o Brasileirão com 70 pontos e joga contra o Palmeiras no Pacaembu, neste domingo. O Vasco, único que pode roubar o título corintiano, tem 68 pontos. Para ser campeão, o time carioca precisa vencer e torcer por derrota do concorrente. Todos os jogos da rodada acontecem às 17h (de Brasília).

Felipe não é novato nessa disputa. Em 2009, defendia o Corinthians quando o Flamengo foi campeão. Na penúltima rodada, as duas equipes se enfrentaram em Campinas, com vitória flamenguista por 2 a 0. O goleiro foi acusado de não se esforçar para defender um pênalti convertido por Léo Moura. O resultado atrapalhou São Paulo e Palmeiras, rivais do Corinthians e também candidatos ao título.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.