Tamanho do texto

No primeiro jogo da final da Libertadores, craque do Santos foi um dos mais faltosos em campo

No disputado empate em 0 a 0 nesta quarta-feira, em Montevidéu , pelo primeiro jogo da final da Copa Libertadores, o atacante Neymar , do Santos , deixou o campo reclamando da violência dos zagueiros do Peñarol, além da perseguição do árbitro paraguaio Carlos Amarilla, que lhe deu um cartão amarelo ainda no primeiro tempo, acusando o jogador santista de simulação. Contudo, os números do Footstats mostram que Neymar também deu o troco em seus marcadores, pois foi um dos jogadores mais faltosos em campo.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Neymar foi o santista que mais recebeu faltas em sua equipe (4), porém terminou o jogo como um dos que mais cometeu infrações (3). Confira a tabela abaixo:

SANTOS/JOGADOR FALTAS COMETIDAS FALTAS RECEBIDAS
Elano 4 2
Neymar 3 4
Danilo 3 1
Adriano 3 2
Durval 3 0


Os números comparativos ao longo da Libertadores só reforçam a tese que Neymar exagerou nas reclamações. Durante sua participação no torneio continental, o jovem craque do Santos cometeu uma média de 1,3 falta por partida - inferior ao número de infrações do primeiro jogo da decisão da Libertadores. Em compensação, a média de de faltas recebidas pelo craque santista durante o torneio não foge muito do que ocorreu nesta quarta: 4,3 .

Os demais números de Neymar na partida contra o Peñarol não mudam muito em relação ao desempenho do jogador durante a Libertadores, com exceção dos passes certos, que ontem apresentou uma média inferior. Veja na tabela abaixo:

NEYMAR NA LIBERTADORES NEYMAR CONTRA O PEÑAROL
Finalizações certas - 1,2 (média por jogo) 1 (total)
Dribles certos - 5,7 (média por jogo) 6 (total)
Passes certos - 27,8 (média por jogo) 19 (total)
Passes errados - 5,1 (média por jogo) 4 (total)
Perda de bola - 12,8 (média por jogo) 13 (total)