Atacante atuou por 41 minutos em time da segunda divisão paraguaia que o revelou no futebol

Reuters
Cabañas atuou por 41 minutos em time da segunda divisão paraguaia
O atacante paraguaio Salvador Cabañas voltou a jogar futebol profissionalmente pouco mais de dois anos após levar um tiro na cabeça. Neste sábado, o jogador defendeu o 12 de Outubro, equipe que o revelou, pela segunda divisão de seu país.

Deixe seu recado e comente esta matéria com outros torcedores

Cabañas esteve em campo nos primeiros 41 minutos da vitória por 2 a 0 sobre o Martín Ledesma. "Ele está em condições de jogar em qualquer lugar. A utilização dele só depende da comissão técnica", garantiu Luis Salinas, presidente do 12 de Outubro.

LEIA MAIS: Após morte de Morosini, atraso da ambulância será investigado

Cabañas estava afastado das partidas oficiais desde 25 de janeiro de 2010, quando se envolveu em uma confusão em um bar na Cidade do México e levou o tiro na cabeça. Cabañas estava em uma casa noturna na cidade do México quando foi atingido no banheiro do local. A explicação oficial é de que o caso foi uma tentativa de assalto, mas a polícia não descarta motivação futebolística. O principal suspeito de ter feito o disparo, José Balderas Garza, está preso.

Após passar por algumas cirurgias, Cabañas teve uma recuperação surpreendente e teve alta hospitalar apenas um mês depois. Em fevereiro do ano passado ele foi liberado para fazer treinos leves e, em agosto, participou de um amistoso entre o América do México e a seleção paraguaia.

Cabañas volta a jogar dois anos após ser baleado na cabeça
Reuters
Cabañas volta a jogar dois anos após ser baleado na cabeça

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.