Tamanho do texto

Equipe carioca quer manter série de vitórias, enquanto time catarinense busca vencer após seis partidas

Consolidar o crescimento da equipe no Campeonato Brasileiro . Essa é a missão do Botafogo nesta quarta-feira, quando visita o Figueirense , às 19h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Após um período irregular, com quatro jogos sem vencer, o time carioca já soma duas vitórias seguidas e busca voltar para o G-4. Na 6ª colocação, com 22 pontos, o Botafogo precisa do triunfo e de uma combinação de resultados para ingressar no grupo de elite.

Siga o Twitter do iG Botafogo e receba notícias do time em tempo real

Por outro lado, o Figueirense entra em campo bastante pressionado . Após um começo de Brasileirão surpreendente, tendo vencido quatro jogos em casa e entrado no G-4 na quinta rodada, o time catarinense caiu de rendimento e não vence uma partida há seis jogos. Apesar do longo período sem triunfo, o time comandado pelo técnico Jorginho é atualmente o 12º colocado, com 16 pontos, cinco acima da zona de rebaixamento.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

O técnico do Botafogo, que duas rodadas atrás tinha sua demissão pedida pela torcida, sabe que a pressão pela má fase pode atrapalhar o Figueirense. Por isso, Caio Júnior acredita que o nervosismo do adversário pode ser favorável ao Botafogo.

“Temos que fazer essa leitura, faz parte nossa cultura de que derrota coloca o trabalho em risco. O Avaí tentou isso contra a gente e quase conseguiu. A ansiedade do torcedor local não é só aqui, acontece em todo lugar. É importante fazer essa leitura durante o jogo, aproveitar esse fato se a torcida começar a perder a paciência. Pode dar uma vantagem”, declarou o treinador da equipe carioca.

Loco Abreu está confirmado no ataque do Botafogo
Satiro Sodré/Divulgação AGIF
Loco Abreu está confirmado no ataque do Botafogo
O goleiro Jefferson aponta outra possível vantagem do Botafogo para a partida desta quarta. Segundo o jogador, as vitorias da equipe contra São Paulo e Cruzeiro, fora de casa, fizeram o Botafogo se tornar um visitante temido pelos adversários. ““Eles (o Figueirense) devem ter visto nosso jogo com o Cruzeiro, sabem que o Botafogo joga bem fora de casa. A gente vai manter a mesma postura, a mesma pegada. Vai ser um jogo bom, claro que vamos respeitar o adversário, mas temos que ir para ganhar três pontos”, declarou Jefferson”.

Para a partida contra o Figueirense, o Botafogo não terá nenhum desfalque. O técnico Caio Júnior, em uma rara oportunidade, poderá repetir a escalação da última partida. Já o time da casa não poderá contar com Bruno, Pablo, Rhayner e Aloísio.

O volante Túlio, que atuou no de 2003 a 2005 e de 2007 a 2008, admitiu que a partida tem um sentimento especial, mas destacou a necessidade de vitória da equipe catarinense.

"Jogar contra o Botafogo é diferente de tudo, de todos os confrontos do Brasileiro. Sinto mais ansiedade antes da partida porque eu me lembro de tudo o que passei no clube, o carinho e a identificação que conquistei. Essa semana, um torcedor do Botafogo me abordou num restaurante para falar desse jogo e para me cumprimentar pelo tempo em que estive no clube. Isso me emociona", comentou o meio-campista, reafirmando, em seguida, a vontade de vencer.

FICHA TÉCNICA - FIGUEIRENSE X BOTAFOGO

Estádio: Orlando Scarpelli, Florianópolis (SC)
Data/hora: 03/08/2011 - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway
Auxiliares: Lincoln Ribeiro Taques e Joadir Leite Pimenta

FIGUEIRENSE: Wilson, Coutinho, João Paulo, Edson Silva e Juninho; Ygor, Túlio, Maicon e Fernandes; Héber e Júlio César
Técnico: Jorginho

BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Gustavo e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Elkeson e Maicosuel; Herrera e Loco Abreu
Técnico: Caio Junior

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.