Após sete meses afastado dos gramados, o goleiro Gianluigi Buffon está satisfeito com seu retorno ao gol da Juventus

Campeão mundial pela Itália, em 2006, Buffon voltou aos gramados no início da temporada depois de passar por uma cirurgia
Getty Images
Campeão mundial pela Itália, em 2006, Buffon voltou aos gramados no início da temporada depois de passar por uma cirurgia

Após sete meses afastado dos gramados, o goleiro Gianluigi Buffon está satisfeito com seu retorno ao gol da Juventus . Para o jogador, seu bom desempenho nesta primeira metade do Campeonato Italiano serve de lição para aqueles que quiseram antecipar sua aposentadoria.

VEJA TAMBÉM: Juventus empata com Udinese e retoma a ponta na Itália

"Alguns disseram que era o meu fim. Durante estes sete meses ouvi coisas que me machucaram bastante. Não fui respeitado pelas pessoas, que não consideraram a minha história, a minha carreira. Eles não levaram em conta o que eu vivi e não me deram o tempo suficiente para me recuperar", declarou o goleiro, em tom de desabafo.

Considerado um dos melhores goleiros do mundo, o campeão mundial pela Itália, em 2006, voltou aos gramados no início da temporada depois de passar por uma cirurgia nas costas. Sua lenta recuperação colocou em dúvida seu retorno ao futebol.

No entanto, o experiente jogador calou os críticos com boas atuações, com destaque para a defesa do pênalti cobrado por Totti há duas semanas, na partida contra a Roma. "Estou orgulhoso de mim mesmo. Quero ficar aqui, mas como o verdadeiro Buffon", destacou. A defesa garantiu a permanência da Juventus na liderança do Italiano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.