Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bruno Rodrigo vai da aposentadoria precoce a titular no Japão

Zagueiro, que ganhou a posição de Léo, quase encerrou a carreira por causa de uma hérnia de disco

Samir Carvalho, enviado iG a Nagoya |

Gazeta Press
O zagueiro Bruno Rodrigo treina no CT
O zagueiro Bruno Rodrigo é o grande exemplo de superação do Santos para enfrentar o favorito Barcelona, da Espanha, e conquistar o Mundial de Clubes, da Fifa, no Japão.

Após passar a temporada de 2010 sem jogar por causa de uma hérnia de disco e não ser utilizado no primeiro semestre deste ano, o atleta quase deixou o clube. Entretanto, o zagueiro está cotado para terminar 2011 como titular da equipe na principal competição disputada pelos santistas na temporada.

Leia ainda: Conmebol divulga tabela da Libertadores sem datas e com erros

Bruno Rodrigo chegou a admitir que pensou em encerrar a carreira por conta dos problemas físicos. Se não bastassem as lesões, o atleta esteve na lista dos atletas dispensáveis, e quase foi emprestado ao Grêmio no início do Campeonato Brasileiro deste ano.

Agora, o jogador será um dos responsáveis a barrar o argentino Messi e as estrelas do Barcelona, em caso de confronto contra os espanhóis na decisão do Mundial. “Passei por muita coisa. Contusões chatas, mas hoje estou bem 100%, feliz, confiante e só quero dar sequência agora e dar o melhor, pensando em crescimento para ajudar o Santos”, afirmou Bruno Rodrigo.

O técnico Muricy Ramalho não esconde que Bruno Rodrigo será titular ao lado de Edu Dracena na zaga santista durante a disputa do Mundial. O treinador está satisfeito com o desempenho do zagueiro Durval na lateral-esquerda. A improvisação vetou o veterano Léo do time titular.

Confira a tabela do Mundial de Clubes

Apesar de assumir a titularidade, Bruno Rodrigo não deixa de fazer lobby em prol da improvisação de Durval. “O time fica mais forte pela marcação, pelas características do Durval, ele sempre foi zagueiro. Com o Léo o time ganha apoio”, disse o novo titular da zaga, que após as dificuldades sonha em fazer a história com a camisa do Santos.

“É uma chance muito importante de entrar para a história. Eu fico muito feliz por isso, pois mostra que todo o meu esforço está dando resultado. Depois de tudo o que passei, hoje me sinto bastante confiante”, completou.
No próximo dia 14, o Santos fará sua estreia na semifinal do Mundial, na cidade de Toyota. Os santistas podem enfrentar o mexicano Monterrey ou o vencedor do duelo entre o neozelandês Auckland e o campeão japonês Kashiwa Reysol. Quem avançar, pega o time brasileiro.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e comente a nova chance de Bruno Rodrigo

Leia tudo sobre: SantosMundial de ClubesBruno Rodrigo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG