Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bruno confirma freguesia em aposta com Marcos Assunção

Foi a quarta vez que apostei e nunca ganhei, lastimou o goleiro do Palmeiras, que testou a afiada pontaria do volante nas cobranças de falta

Gazeta Esportiva |

Elogiado pelo técnico Luiz Felipe Scolari por sua boa atuação contra o Guarani, o goleiro Bruno esbanjou confiança para quebrar um tabu nesta segunda-feira: vencer uma aposta com o experiente Marcos Assunção no treino do Palmeiras. A disputa se resumiu às cobranças de falta. O volante venceria com dois gols em cinco tentativas. Na hora da decisão, o pé certeiro do talentoso atleta fez a diferença.

"Eu percebi que o Marcos Assunção estava com um aproveitamento abaixo da sua média hoje (segunda-feira), tinha acertado apenas umas cinco de 20 e aceitei a aposta. Foi a quarta vez que apostei e nunca ganhei", lastimou o arqueiro.

Como punição, Bruno foi obrigado a dar cinco cambalhotas no gramado da Academia de Futebol na frente dos companheiros e dos jornalistas. "Eu já estou ficando com dores no pescoço de tanto perder", confessou o camisa 1.

Para Marcos Assunção, a aposta com Bruno é uma motivação extra. O meio-campista lembra que a competitividade ajuda a exercitar a sua concentração, algo fundamental para acertar uma cobrança de falta em um momento decisivo - como ocorreu na classificação contra o Vitória pela Copa Sul-Americana. Na quarta-feira, está prevista a decisão contra o Atlético-MG, que vale vaga na semifinal do torneio continental.

"A gente não aposta dinheiro, esse não é objetivo, mas há um ganho na profissão. Tem a motivação tanto para eu marcar o gol como ao próprio Bruno para defender. Eu gosto disso", afirmou Marcos Assunção.

Bruno lembra que, no próprio Palmeiras, já treinou com grandes batedores de falta como o ex-lateral direito Arce e os meio-campistas Alex e Baiano. Mas o arqueiro coloca Marcos Assunção em um patamar acima nas bolas paradas.

"O Assunção está aqui desde abril e você fica bobo com o desempenho dele nos treinos. É o melhor que já vi. A batida dele é forte. Se você ameaça sair antes, ele surpreende e ainda bate no canto do goleiro", explicou Bruno.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG