Jogador admitiu ter levado puxões de orelha de Ronaldo por conta de seus hábitos noturnos

O meia Bruno César reconheceu nesta terça-feira que foi cobrado por Ronaldo e por jogadores do Corinthians por conta de alguns de seus hábitos e saídas noturnas nos últimos meses. O jogador, recentemente vendido para o Benfica , disse ter consciência que precisava dos "puxões de orelha" e que por isso conseguiu ser negociado com o clube português.

Bruno César fica no Corinthians até o final do Paulistão
Gazeta Press
Bruno César fica no Corinthians até o final do Paulistão

"Eu sei que tem a hora certa de sair. Sou visto e reconhecido por jogar no Corinthians, mas levei puxões de orelha do Ronaldo e isso é certo. Ele estava querendo o meu bem, ele e o Roberto Carlos me deram conselhos e me ajudaram pela experiência dos dois. Agradeço por tudo que ele me ajudou, pelas coisas que ele fez pra mim isso e se teve a transferência para o Benfica pode ser pelo fato de eu ter participado de uma certa forma da carreira do Ronaldo", disse Bruno César, que já disse que pretende deixar o Corinthians vencendo o título paulista.

O meia disse continua saindo à noite neste ano e manteve o mesmo ritmo que tinha no ano passado. Porém, com a eliminação na Libertadores e sua queda de rendimento com a consequente ida ao banco de reservas.

"O que eu estava fazendo no ano passado, faço nesse ano. Mas ano passado estava fazendo gol e agora a temporada não começou muito boa. Aí começam a falar um monte de falar um monte de coisas. Que voltei acima do peso, que discuti com o Ronaldo, que estava na noite, estava me sentindo estrela, mas meu comportamento não mudou em nada em relação ao ano passado", disse o jogador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.