Tamanho do texto

"É coisa de quem não sabe perder", afirma Neymar sobre reação dos jogadores do Peñarol ao fim do jogo no Pacaembu

Até mesmo Neymar se envolveu na pancadaria logo após o apito do árbitro
AP
Até mesmo Neymar se envolveu na pancadaria logo após o apito do árbitro
Poucos segundos depois do Santos vencer o Peñarol por 2 a 1, no Pacaembu, e conquistar seu terceiro título da Libertadores da América , uma briga generalizada entre jogadores e integrantes de ambas delegações atrapalhou a festa dos campeões sul-americanos de 2011.

Baixe o pôster do Santos campeão da Libertadores!

Inconformados com a derrota, os jogadores do Peñarol partiram para cima dos santistas. A turma do "deixa disso" não teve força suficiente para conter os jogadores que, insuflados por alguns seguranças, acabaram por revidar a cada agressão. A Polícia Militar teve que intervir a separar a briga.

"É coisa de quem não sabe perder. Deixa esses caras para lá", afirmou um emocionado Neymar à TV Globo. Os jogadores e a comissão do Peñarol alegaram que foram provocados pelos santistas.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e convide seus amigos

A confusão não ficou restrita ao gramado. Na tribuna de imprensa jornalistas brasileiros e uruguaios também entraram em conflito após os visitantes comemorarem o gol de contra da Durval. Antes do início da partida, muitos torcedores, mesmo com ingresso na mão, sofreram com a desorganização e conseguiram entrar no estádio apenas durante o intervalo .

Neymar brilhou na final do Pacaembu. Veja fotos do craque na partida