Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Brasiliense vence a Ponte Preta e alimenta esperanças de escapar da queda

Time do técnico Andrade, campeão da Série A com o Flamengo em 2009, está na 17ª colocação, com 43 pontos

Gazeta Esportiva |

Um gol de Adrianinho aos 44 minutos do segundo tempo alimentou as esperanças do Brasiliense de escapar do rebaixamento. Ex-atleta da Ponte Preta, o jogador está voltando aos gramados depois de quase um ano parado em razão de lesões e foi o responsável pela vitória do Jacaré sobre a Macaca: 2 a 1.

Além de vencer seu compromisso, a equipe do Distrito Federal precisa torcer contra o Vila Nova - que tem os mesmos 43 pontos e encara o São Caetano - ou contra o Guaratinguetá - que tem 44 pontos e encara o campeão Coritiba, no Couto Pereira.

O Brasiliense encerra sua participação na Segundona contra o América-RN, que também luta contra a queda, no Machadão. Já a Ponte Preta, detentora da pior campanha do segundo turno, joga contra o América-MG, que está na briga pelo acesso. Todos os jogos serão no próximo sábado, às 17 horas (de Brasília).

O jogo - Uma vitória era essencial para o Brasiliense. Sendo assim, o time da casa tomou a iniciativa de ir ao ataque desde o início do jogo, mas não conseguiu criar grandes lances de perigo ao gol defendido por Gilson. Por sua vez, a Macaca apostava em um trio de zagueiros, já que o volante Guilherme atuou mais recuado, ao lado de Naldo e Diego Jussani.

A primeira delas aconteceu só aos 31 minutos de bola rolando e foi muito bem aproveitada. Após cobrança de falta de Dieguinho, a zaga afastou parcialmente e o zagueiro Fábrio Braz ficou com a sobra para girar e abrir o placar.

Em desvantagem, a Ponte Preta finalmente passou a trocar passes com objetividade e armou boas jogadas. Na melhor delas, William recebeu de Daniel Lovinho em contra-ataque, tentou driblar o goleiro Eduardo e acabou desarmado, adiando o gol de empate, que sairia aos três minutos do segundo tempo: Souza cobrou falta, a bola atravessou a área e o zagueiro Naldo empurrou para as redes.

Após o empate, o time visitante teve boas chances para matar o jogo e chegou a acertar uma bola na trave com Daniel Lovinho. Para evitar a virada, Andrade apostou na entrada de dois jogadores que já passaram pela Ponte Preta: Adrianinho e Danilo Portugal, que ganharam as vagas de Adriano Felício e Luciano Totó.

Quando o time mais se aproximava do segundo gol, Pirão foi expulso após fazer falta dura em Adrianinho. Givanildo Oliveira colocou o zagueiro Renan no lugar de Souza para acertar o sistema defensivo da Ponte, mas o jogador também exagerou na força em jogada com Ferrugem e também foi expulso.

O Brasiliense foi ao ataque, pressionou e só conseguiu o gol da vitória aos 44 minutos. Adrianinho arriscou da entrada da área, contou com o desvio e deu números finais ao jogo. Emocionado, o jogador deixou o campo derramando lágrimas.

FICHA TÉCNICA
BRASILIENSE 2 x 1 PONTE PRETA

Local:
Estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga (DF)
Data: 20 de novembro de 2010, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcos Mateus Pereira (MS)
Assistentes: Adnilson da Costa Pinheiro e Eduardo Gonçalvez da Cruz (ambos do MS)
Cartões Amarelos: Ruy, Santiago (Brasiliense); Pirão, William, Guilherme, Escobar e Souza (Ponte Preta)
Cartões Vermelhos: Pirão e Renan (Ponte Preta)

Gols: BRASILIENSE: Fábio Brás, aos 31 minutos do primeiro tempo, e Adrianinho, aos 44 minutos do segundo tempo; PONTE PRETA: Naldo, aos três minutos do segundo tempo.

BRASILIENSE: Eduardo; Ruy, Santiago, Fábio Braz e Dieguinho; Ferrugem, Luciano Totó (Danilo Portugal), Adriano Felício (Adrianinho) e Thiaguinho (Bebeto); Djavan e Aloísio Chulapa.
Técnico: Andrade

PONTE PRETA: Gilson; Eduardo Zamarioli, Naldo, Diego Jussani e Bruno Collaço; Guilherme, Souza (Renan), Pirão e Pablo Escobar; Daniel Lovinho (Reis) e William (Genilson).
Técnico: Givanildo de Oliveira

Leia tudo sobre: brasilienseponte pretasérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG