Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Brasiliense segura Águia de Marabá, avança e enfrentará o Ceará

Time paraense pressionou quase todo o jogo, mas rival foi mais eficiente em casa na Copa do Brasil: 2 a 0

Gazeta |

Não foi tão tranquilo quanto imaginava o Brasiliense, que, mesmo jogando em casa sofreu pressão do Águia de Marabá, do Pará, durante quase todo o confronto. A vitória por 2 a 0 na Arena do Jacaré na noite desta quarta-feira, porém, garantiu a vaga na segunda fase da Copa do Brasil, já que houve empate por 1 a 1 na ida.

Na sequência da competição nacional, a equipe de Taguatinga enfrentará o Ceará, que cumpriu sua missão ao eliminar o Cuiabá logo na primeira partida, vencendo por 2 a 0 no Mato Grosso. A CBF deve anunciar nos próximos dias as datas dos confrontos.

O jogo
Os candangos, contudo, devem a classificação principalmente à atuação extremamente eficiente nos primeiros minutos. Tocando a bola para dosar o ritmo do duelo, principalmente para segurar o ímpeto dos paraenses, que desde o primeiro minuto atuaram com muita velocidade, o Jacaré dominou o jogo.

Com tranquilidade, a bola rodava de pé em pé, passando principalmente pelo volante/lateral Ruy, ex-Cruzeiro, Grêmio e Fluminense. Os anfitriões esperavam a hora certa para entrar na área e definir o placar. O que ocorreu aos 16 minutos, quando Ruy recebeu excelente lançamento e bateu forte, cruzado, no canto esquerdo para assinalar o primeiro gol do duelo.

A partir daí, o Brasiliense relaxou. E perdeu as rédeas do confronto totalmente. O Águia de Marabá manteve a bola no campo de defesa dos donos da casa e, na base da correria, aparentava estar muito próximo do empate. A tendência parecia ainda maior quando os visitantes voltaram do intervalo com três atacantes.

Para manter o sonho de avançar à segunda fase, os paraenses arriscaram. Na metade do segundo tempo, um quarto atacante entrou na vaga de um zagueiro. A ideia era que a pressão fosse insuportável, mas ocorreu exatamente o contrário: em um contra-ataque eficiente, a bola chegou em condições para Adrianinho, aos 30 minutos, fazer 2 a 0.

Sem alternativas, o Águia de Marabá se lançou ainda mais ao ataque, ainda com um pingo de esperança em fazer dois gols e, com o empate por 2 a 2, ficar com a vaga. O Brasiliense, entretanto, foi inteligente o suficiente ao apenas olhar o rival tocar a bola em frente à área e só não fez o terceiro gol porque desperdiçou oportunidades incríveis.
 

Leia tudo sobre: copa do brasil 2011brasilienseáguiacearáruy

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG