Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Brasil perde para a França no segundo clássico de Mano Menezes

Seleção foi derrotada por 1 a 0, em amistoso no Stade de France. Hernanes foi expulso depois de "voadora"

Paulo Passos, enviado iG a Paris |

No segundo amistoso contra adversários difíceis, a seleção brasileira voltou a perder, dessa vez para a França, por 1 a 0, em Saint-Denis. Com a derrota desta quarta-feira, os franceses mantêm o tabu de quase 20 anos sem perder para os brasileiros. O jogo ocorreu no Stade de France, mesmo lugar da final da Copa do Mundo de 1998, quando o time da casa venceu por 3 a 0.

Jogando mais da metade da partida com um a menos, após a expulsão de Hernanes no segundo tempo, a equipe de Mano Menezes teve dificuldade para atacar o adversário. Aos 39 minutos do primeiro tempo, o meia da Lazio agrediu o atacante Benzema com um chute no peito e levou cartão vermelho. O técnico manteve a mesma formação do time no início da segunda etapa e, aos oito minutos, levou um gol, marcado por Benzema.

A derrota para a França é a segunda de Mano Menezes no comando da seleção. Com o técnico, o Brasil perdeu para a Argentina, em novembro. Antes, o time havia vencido os três primeiros amistosos após o Mundial, contra Estados Unidos, Irã e Ucrânia. Em março, o Brasil vai disputar mais dois amistosos. Os locais e adversários ainda não foram definidos. Em junho, a seleção enfrenta a Holanda, no último teste antes da Copa América.

Com a derrota desta quarta-feira, já são seis jogos, em quase 20 anos, onde o Brasil não consegue vencer os franceses. A última vitória foi em 1992, por 2 a 0, no estádio Parc des Princes.
Depois desse amistoso, as duas equipes se enfrentaram seis vezes, sendo que duas em Mundiais. A França venceu quatro e houve dois empates.

Reuters
Hernanes recebe o cartão vermelho no amistoso
O jogo

O Brasil começou dominando a partida. Atuando em casa, a França mostrou nervosismo nos primeiros minutos, com muitos erros de passe. Com um minuto, o Brasil deu o primeiro chute a gol. Daniel Alves tentou de fora da área, mas a bola foi para fora.

Mesmo sem criar nenhum chance clara de gol, o Brasil dominou os primeiros dez minutos de jogo. Novidade no time, Renato Augusto atuava como homem do meio campo mais avançando. Hernanes ficou deslocado no lado esquerdo e Elias caindo pela direita. Na frente, Pato atuava mais centralizado e Robinho tentando as jogadas pelas pontas.

Apesar de o Brasil ter mais posse de bola, o primeiro lance perigoso do jogo foi francês, aos nove minutos. Benzema recebeu pela direita, entrou na área e tocou no canto de Julio Cesar. A bola foi para fora. Aos 12 minutos, o Brasil respondeu com Alexandre Pato, que recebeu de Lucas. O atacante chutou forte e a bola passou por cima do gol de Lloris. Os dois lances foram as melhores chances do jogo no primeiro tempo.

A seleção brasileira ainda voltou a levar perigo à França, com Robinho aos 35 minutos. O atacante chutou forte, mas novamente, a bola passou por cima do gol. O jogo seguiu parelho no primeiro tempo, até Hernanes ser expulso. O meia agrediu Benzema com um chute no peito e levou cartão vermelho.

Com um a mais, a França passou a buscar o ataque e ter mais posse de bola. No segundo, tempo as duas equipes voltaram com a mesma formação do início da partida. A França começou o segundo tempo atacando. Logo aos oito minutos, Menez avançou pela direita e tocou para Benzema marcar o primeiro gol da partida. O atacante recebeu a bola livre de marcação, já com Julio Cesar batido.

Os minutos após o gol francês foram tensos para o Brasil, que sofreu com os ataques, principalmente pelo lado direito da equipe de Laurent Blanc. Dois minutos depois de marcar, Benzema quase fez outro, sendo impedido pelo goleiro brasileiro.

Com um jogador a menos, O Brasil não conseguia avançar. Mano Menezes sacou Renato Augusto e colocou Jadson no meio campo do time. A alteração não mudou o comportamento da equipe, que chegava pouco ao ataque.

Milton Trajano
Hernanes acerta uma voadora em Benzema
FICHA TÉCNICA – FRANÇA 1 X 0 BRASIL

Local: Stade de France, em Saint Denis
Público: 79.612 presentes
Árbitro: Wolfgang Stark (Alemanha)
Auxiliares: Jan-Hendrik Salver e Detlef Scheppe (ambos da Alemanha)
Cartões amarelos: Ménez (França), Robinho (Brasil)
Cartão vermelho: Hernanes (Brasil)
Gol: Benzema, aos 9min do 2°T

FRANÇA: Lloris; Sagna, Rami, Mexès e Abidal; M’vila (Diaby), Diarra, Malouda e Gourcuff (Cabaye); Ménez (Remy) e Benzema (Gameiro). Técnico: Laurent Blanc

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Andre Santos; Elias (André), Lucas, Hernanes e Renato Augusto (Jadson); Robinho (Sandro) e Alexandre Pato (Hulk). Técnico: Mano Menezes

Leia tudo sobre: selecao brasileirafrançafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG