Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Brasil perde batalha contra Argentina no Sul-Americano sub 20

Seleção de Ney Franco jogou com um atleta a menos desde os sete minutos de jogo, após a expulsão do zagueiro Juan

Gazeta |

O Brasil conheceu na madrugada desta segunda-feira sua primeira derrota no Campeonato Sul-Americano sub 20. Em um jogo nervoso e com um homem a menos durante quase toda a partida, a equipe comandada por Ney Franco foi superada pela Argentina por 2 a 1 e ainda perdeu a liderança do hexagonal final da competição.

Os argentinos abriram o placar aos oito minutos de partida, em forte cobrança de pênalti de Funes Mori. No lance da penalidade, o zagueiro Juan foi expulso. O empate brasileiro veio na segunda etapa, em belo chute de Willian José, mas Iturbe aproveitou vacilo da defesa brasileira e deu a vitória à Argentina.

O resultado faz o Brasil cair para a segunda colocação do hexagonal final, com seis pontos ganhos. A liderança é do Uruguai, que soma sete. A seleção volta a campo na madrugada de quinta-feira para enfrentar o Equador e não contará com o atacante Neymar, suspenso pelo segundo cartão amarelo.

Já a Argentina volta à briga por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Também com seis pontos ganhos, a equipe é a terceira colocada na tabela e enfrenta na próxima quarta-feira o Uruguai. Os dois primeiros colocados do Sul-americano classificam-se às Olimpíadas.

O jogo
Logo no início da partida, o Brasil perdeu seu capitão. Bruno Uvni sentiu uma contusão e teve que ser substituído, por Saimon. A situação ficou ainda mais complicada aos sete minutos de jogo, quando o árbitro marcou pênalti de Juan em Funes Mori e expulsou o zagueiro brasileiro. O atacante argentino foi para a cobrança e não desperdiçou.

A sequência de acontecimentos negativos deixou a equipe brasileira nervosa em campo. Cavando faltas e reclamando a todo momento com o árbitro, os jogadores e pediam cartão amarelo em todas as infrações cometidas pela equipe adversária.

Aos poucos, a seleção brasileira organizou-se em campo e chegou com perigo pela primeira vez aos 34 minutos de partida. Danilo driblou o adversário do lado direito e descolou o cruzamento para Neymar que apareceu em velocidade para cabecear, mas foi parado pela excelente defesa do goleiro argentino Andrada.

Mesmo com um homem a menos em campo, o Brasil retornou ao segundo tempo com boa disposição e conseguiu o empate. Willian José acertou chute forte de fora da área, aos nove minutos de jogo, igualando o placar.

A Argentina levava perigo nos contragolpes e conseguiu seu gol aos 23 minutos, em bela jogada individual de Iturbe. Ele recebeu na intermediária livre de marcação e deixou três brasileiros para trás antes de bater na saída do goleiro Gabriel .

Após retomar a liderança do marcador, a Argentina passou a jogar com mais calma e neutralizar as ações do Brasil, que demonstrou cansaço pelo longo tempo de jogo com um homem a menos do que o rival.

A seleção ainda chegou com perigo aos 40 minutos, em cobrança de falta de Casemiro que explodiu no travessão e depois nas costas do goleiro Andrada antes de sair pela linha de fundo, mas acabou derrotada.

FICHA TÉCNICA  - ARGENTINA 2 X 1 BRASIL

Local: Estádio Monumental de Unsa, em Arequipa (Peru)
Data: 6 de fevereiro de 2011 (domingo, horário de Brasília)
Horário: 23h10 (horário de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Assistentes: Francisco Mondria (CHI) e Rodney Aquino (PAR)

Cartões Amarelos: Alex Sandro, Danilo, Neymar e Romário (Brasil); Zuculini e Tagliafico
Cartão Vermelho:Juan (Brasil)

Gols:
ARGENTINA: Funes Mori, aos oito minutos do primeiro tempo, e Iturbe, aos 23 minutos do segundo tempo
BRASIL: Willian José, aos nove minutos do segundo tempo

BRASIL: Gabriel; Danilo, Bruno Uvini (Saimon), Juan e Alex Sandro; Fernando, Casemiro, Lucas, Oscar (Romário) e Neymar; Willian José (Diego Maurício) Técnico: Ney Franco

ARGENTINA: Andrada; Pezella, Tagliafico e Nervo; Zuculini (Cirigliano), Leandro González, Battaglia, Martinez e Ramirez; Iturbe (Diaz) e Funes Mori (Ferreyra) Técnico: Walter Perazzo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG