Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Brasil enfrenta Gana, em Londres, e pressão após maus resultados

CBF escala adversário mais fraco para tentar recuperar campanha de Mano Menezes, que escala Ronaldinho

iG São Paulo |

Mowa Press
Ronaldinho, Daniel Alves e Neymar no treino da seleção brasileira
Uma vitória nos últimos cinco jogos e nenhum triunfo sobre adversários entre os dez melhores colocados no ranking da Fifa. Mano Menezes comanda a seleção brasileira contra Gana em amistoso nesta segunda-feira, (15h45 de Brasília), em Londres, pressionado para obter melhores resultados, apesar de por enquanto o discurso oficial da presidência da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ser de respaldo. Um tropeço contra o time africano (um empate, por exemplo), 36° do ranking, o deixará em situação limítrofe – apesar de a programação dele estar pronta até as Olimpíadas de 2012, em Londres.

O grande destaque da partida é o retorno de Ronaldinho Gaúcho à seleção brasileira. Ao longo dos últimos dias, durante os treinos em Londres, o técnico Mano Menezes deixou claro que conta com o experiente jogador para comandar a seleção.

O treinador chegou a inverter o posicionamento de Neymar para que Ronaldinho possa ficar tranquilo pelo setor esquerdo da equipe.

Até agora, Mano trabalhou em 13 jogos, com seis vitórias, quatro empates e três derrotas. O problema é que os revezes foram em clássicos, contra rivais que teoricamente disputarão com a seleção o título na Copa do Mundo de 2014: França (0x1), Argentina (0x1) e Alemanha (2x3). O melhor resultado foi a vitória sobre os EUA, 28° no ranking Fifa - contra a Holanda, os líderes atualmente, um empate sem gol, em Goiânia, mas com a maioria dos atletas holandeses de férias (preferiram se preparar para o jogo, por exemplo,no Rio de Janeiro).

“O trabalho está sendo feito e tem um objetivo claro, que é a Copa do Mundo. Problemas no meio do caminho existem para que lá na frente seja tudo resolvido e o Brasil esteja bem quando for a hora decisiva”, disse o treinador.

Medianos

Mowa Press
Ronaldinho será titular contra Gana
O discurso de que escolheria rivais fortes para deixar o time bem preparado e suprir a ausência da participação nas eliminatórias (como país sede, o Brasil está classificado automaticamente), acabou quando foram confirmados os rivais até o final deste ano. Em vez de Itália e Espanha, como anunciado anteriormente, o Brasil enfrentaria Egito (substituído por Gana), Costa Rica, México (o melhor colocado no ranking, o 20°), o Gabão e provavelmente a Suíça.

A eliminação na Copa América na quartas de final para o Paraguai, vencendo apenas um jogo na competição (Equador, 4 a 2), e empatando as outras três, foi o grande tropeço de Mano até agora, na primeira competição oficial que teve pela frente. Serão mais dois até a Copa, os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres (com atletas até 23 anos, com três exceções) e a Copa das Confederações, em 2013, no Brasil também. Normalmente, Ricardo Teixeira troca de técnico em meio a um ciclo entre Mundiais depois de falhas em torneios (casos de Vanderlei Luxemburgo, em 2000, e Emerson Leão, 2001).

FICHA TÉCNICA
BRASIL x GANA

Local: Estádio Craven Cottage, em Londres (Inglaterra)
Data: 05 de setembro de 2011, segunda-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: não divulgado

BRASIL: Julio Cesar; Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e Marcelo; Lucas Leiva, Fernandinho e Ganso; Neymar, Leandro Damião e Ronaldinho Gaúcho
Técnico: Mano Menezes

GANA: Kwarasey; Pantsil, Opare, Mensah e Vorsah; Badu, Adiyiah, Boateng e Muntari; Ayew e Tagoe
Técnico: Goran Stevanovic

Leia tudo sobre: seleção brasileiraGanaMano Menezes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG