Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Brasil empata com Canadá e precisa vencer no domingo para ser campeão

Nem a noite inspirada de Marta e a ausência da artilheira Sinclair no time canadense conseguiram fazer com que as brasileiras marcassem

Gazeta Esportiva |

O Brasil lutou bastante, empolgou os pouco mais de 4 mil torcedores presentes ao Pacaembu na fria noite de quarta-feira na capital paulistana, mas não conseguiu sair de um empate em 0 a 0 contra o Canadá. Nem a noite inspirada de Marta e a ausência da artilheira Sinclair no time canadense conseguiram fazer com que as brasileiras marcassem, muito por causa da grande jornada da goleira Labbé.

Agora, como as duas seleções terminaram empatadas com sete pontos, com seis gols de saldo para o time da América do Norte contra quatro da seleção canarinho, a equipe de Kleiton Lima terá de bater as mesmas rivais no domingo, na final do Torneio Cidade de São Paulo.

O JOGO - O Brasil começou a partida a todo vapor, aproveitando os bons lances de Grazielle e Thaís Guedes, sempre pelo lado esquerdo da zaga canadense. A melhor das jogadas, porém, saiu dos pés da melhor do mundo. Aos 15 minutos, após dar belo dribles em duas adversárias, Marta só não abriu o placar porque chutou em cima da zaga canadense.

Cinco minutos mais tarde, mais show de Marta. Após passar no meio de duas atletas rivais, a atacante foi derrubada. Na cobrança da falta, a bola desviou na zaga e bateu no travessão. Após confusão e bate rebate, a goleira Labbé conseguiu segurar a redonda e acalmou os ânimos.

Depois do lance, seguiu a pressão canarinho e o ferrolho canadense, que não conseguia passar do meio-campo. Thaís arriscou um chute despretensioso que a arqueira rival quase soltou no pé de Marta, mas o grande perigo causado pela seleção até o intervalo foi em grande lance de Rosana, que soltou chute forte da intermediária, para boa defesa de Labbé.

No segundo tempo, com o ímpeto brasileiro no mesmo ritmo, mas sem a mesma criatividade, os grandes lances vieram com os escanteios cobrados por Marta, que assustavam muito a defesa adversária. A torcida, passiva, só se movimentou em um ?duelo' de corintianos que estavam na arquibancada e torcedores de outros times que ficavam no setor das cadeiras.

Em outra bola parada, o Brasil até conseguiu seu gol, mas a atacante brasileira estava impedida quando concluiu, após confusão na pequena área. Sempre se aproveitando das bolas paradas, as anfitriãs quase marcaram em outra batida de Marta. De cabeça, Aline desviou e viu Labbé fazer grande defesa.

Pressionando até o fim, mas esbarrando no nervosismo das atacantes, a equipe brasileira ainda viu o Canadá quase marcar, em bela cobrança de falta defendida por Andreia, segurando o empate e deixando a vantagem no lado canadense para domingo.

HOLANDA BATE MÉXICO E FICA EM TERCEIRO - Na preliminar de Brasil e Canadá, a Holanda venceu o México por 3 a 1 e ficará com o terceiro lugar na competição se empatar com as próprias mexicanas no domingo.

Os gols holandeses foram marcados por Kirsten van de Ven, Claudia van den Heilingenberg e Angel Christ, este último numa bela cobrança de falta da intermediária, enquanto Guadalupe descontou para o México, de pênalti.

Leia tudo sobre: futebol feminino

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG