Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Brasil decide vaga na final do Mundial sub 17 contra o Uruguai

Seleção vai ter que lidar com o desfalque de Adryan e aposta no atacante Ademilson, do São Paulo

Gazeta |

A seleção brasileira busca a classificação para a grande decisão do Mundial Sub 17 nesta quinta-feira, às 17 horas (de Brasília), quando enfrenta o Uruguai no Estádio Omnilife, em Guadalajara, no México, pelas semifinais. Os brasileiros passaram pelos japoneses com um triunfo por 3 a 2 na etapa anterior, enquanto os uruguaios superaram o Uzbequistão por 2 a 0.

O problema é que a equipe terá que lidar com um desfalque. Adryan recebeu o segundo cartão amarelo nas quartas de final e terá que cumprir suspensão. O meia do Flamengo tem sido importante na campanha, já que marcou três gols - dois deles decisivos para o time ser líder de sua chave na primeira fase.

A principal aposta de sucesso na semifinal, entretanto, atuará: o atacante Ademilson, do São Paulo, artilheiro da equipe com cinco gols. Para este compromisso, o técnico Emerson Ávila vai fazer duas alterações: os atacantes Nathan e Lucas Piazon reaparecem após cumprirem suspensão e devem ocupar as vagas de Guilherme e Leo, respectivamente.

O treinador considera que seus comandados terão pela frente seu rival mais complicado até o momento. Por isso, pede o máximo de concentração. "Vamos enfrentar um adversário muito forte, que conhecemos muito bem dos torneios sul-americanos e com uma grande dose de rivalidade, o que torna a partida ainda mais complicada", apontou."Será um grande teste na luta por uma vaga na final do Mundial. Fica complicado fazer qualquer tipo de previsão, pois não há favoritismo", completou o treinador, que cobrou de seus jogadores o fim dos vacilos cometidos contra o Japão, quando a seleção brasileira conseguiu abrir 3 a 0 e acabou permitindo que o oponente pressionasse na reta final.

"Cometemos alguns erros contra o Japão e contamos com um pouco de sorte, o que não chega a fazer mal em um Mundial. Mas não podemos contar com isso diante do Uruguai", reforçou o comandante, conhecedor do oponente: houve empate por 0 a 0 no hexagonal final do Sul-Americano da categoria e, em amistosos na Granja Comary antes do Mundial, houve vitória por 4 a 0 do Uruguai e outra por 6 a 0 do Brasil.

Pelo lado do Uruguai, que nunca havia chegado à semifinal deste torneio - o Brasil, por sua vez, atinge esta fase pela sétima vez em 13 participações -, o técnico Fabián Coito vai fazer uma mudança no time. O meia Jim Varela, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, dá seu posto a Heber Ratti. O treinador vem demonstrando, em seu discurso, grande respeito pelo adversário.

"Vamos enfrentar um dos principais favoritos ao título, mas temos condições de ganhar. Trata-se de um clássico, que tem tudo para ser definido nos detalhes. Temos que estar preparados para tudo", disse Coito.

Alemanha x México
Um pouco mais tarde, às 20 horas (de Brasília), em Torreón, Alemanha e México se enfrentam na outra semifinal. Os alemães eliminaram a Inglaterra com um triunfo por 3 a 2, enquanto os anfitriões mexicanos passaram pela França: 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
URUGUAI X BRASIL

Local: Estádio Omnilife, em Guadalajara (México)
Data: 7 de julho de 2011, quinta-feira
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Alexey Nikolaev (Rússia)

URUGUAI: Cubero; Emiliano Velazquez, Maximiliano Moreira, Gaston Silva e Gianni Rodríguez; Furia, Ratti, Pais e Elbio Alvarez; Rodrigo Aguirre e Charamoni
Técnico: Fabián Coito

BRASIL: Charles; Wallace, Matheus, Marquinhos e Emerson; Misael, Marlon Bica e Wellington (Bruno Sabiá); Nathan, Lucas Piazon e Ademilson
Técnico: Emerson Ávila

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG