Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bragantino e Guarani não saem do zero

Equipes vinham de resultados ruins, não conseguiram a recuperação em Bragança e seguem em má fase

Gazeta |

Bragantino e Guarani seguem sem empolgar na Série B. Nesta terça-feira, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança, nenhuma das duas equipes conseguiu balançar as redes.

O empate por 0 a 0, para o Guarani, significa o terceiro jogo seguido sem triunfar. Já o Bragantino, que vinha de uma goleada por 5 a 0 sofrida para a Portuguesa, não conseguiu se recuperar. Com o resultado, o Guarani chegou aos nove pontos e ocupa a décima colocação. Já o Bragantino tem seis e ocupa o 17º lugar, na zona do rebaixamento.

Na próxima rodada, que será toda disputada na terça-feira, o Guarani joga em casa contra o Vila Nova para tentar a recuperação. Por sua vez, o time de Bragança Paulista joga fora de seus domínios contra o Criciúma.

O jogo
O primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente. Talvez pela sequência recente de resultados negativos, o Guarani tenha pecado pelo excesso de cautela. Foram poucas as investidas do Bugre que levaram perigo ao goleiro Gilvan.

Ao Bragantino, por outro lado, faltava inspiração. Tanto que o lance de mais perigo de toda a etapa inicial foi involuntário: o veterano Luís Mário avançou pela direita, cruzou com efeito e viu a bola sair próxima à meta.

No segundo tempo, a partida melhorou. Logo aos dois minutos, os donos da casa quase abriram a contagem com Bruno, que recebeu na área, girou e bateu com perigo.

No lance seguinte, veio a resposta. Assisinho cabeceou, exigiu boa defesa de Gilvan e mostrou que poderia ser a principal arma ofensiva do time campineiro, uma vez que o centroavante Fernandão pouco conseguia produzir. Aos 19 minutos, por exemplo, ele recebeu com liberdade, deu um leve toque por cima do goleiro, mas não acertou o alvo.

Na segunda metade da etapa final, o Bragantino retomou o leve domínio que exercia durante o primeiro tempo. Com 29 minutos, Léo Jaime dividiu com o goleiro Juliano e viu a zaga cortar antes de ajeitar o corpo para finalizar. Aos 32, Paulo Roberto arriscou de longe e assustou.

No fim do jogo, a pequena torcida do Bragantino vaiou a equipe, deixando clara a insatisfação com a campanha do time.

FICHA TÉCNICA: BRAGANTINO 0 x 0 GUARANI
Estádio: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 21 de junho de 2011
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)
Auxiliares: Marcio Luiz Augusto e Alberto Poletto Masseira (ambos de SP)
Cartões Amarelos: Dadá e Rodrigo Paulista (Bragantino)

BRAGANTINO: Gilvan; Murilo Henrique, Júnior Lopes e Felipe; Andrezinho, Diego, Mineiro, Deyvid Saconni (Felipe Moreira) e Paulo Roberto; Luís Mário (Léo Jaime) e Bruno
Técnico: Marcelo Veiga

GUARANI: Juliano; Ari, Aílson, Aislan e Carlinhos; Leandro Carvalho, Lucas, Dadá (Guto) e Felipe (Rodrigo Paulista); Assisinho (Fabinho) e Fernandão
Técnico: Vilson Tadei

Leia tudo sobre: BragantinoGuaranisérie b 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG