Argentino já consegue compreender o português, mas ainda tem dificuldade para expressar o que pensa

Bottinelli parece ter encontrado o futebol que fez o técnico Vanderlei Luxemburgo contratá-lo para o Flamengo . Além da adaptação no campo, o argentino credita ao fato de começar a entender melhor os seus companheiros o seu crescimento técnico. Nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, marcou um gol em cada jogo.

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

Mais descontraído, Bottinelli assumiu a posição de titular do Flamengo. Com sorrisos e assimilando bem o que falam em português, ainda sofre para conseguir se expressar em campo e fazer com que seus companheiros entendam o que diz.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

“Se falarem mal de mim, entendo tudo. Palavrões, também”, brincou Bottinelli, que sofre com a exigência de Ronaldinho Gaúcho e Luxemburgo para que fale português em campo. “Custo a expressar o que quero em campo. O Ronaldinho não quer que eu fale espanhol e o Luxemburgo também”, contou Bottinelli.

Com contrato de dois anos com o Flamengo, com opção de renovação automática por mais dois, Bottinelli se diz satisfeito com seu momento. Ainda longe de pensar em seleção argentina, comemora o sucesso de seus companheiros Conca, do Fluminense, e Montillo, do Cruzeiro, que não tiveram oportunidades de brilhar na Argentina.

“Eu me sinto bem aqui. Eu, Conca e Montillo estamos passando por um momento em que podemos triunfar fora do nosso país”, comentou. “Sempre fui tranqüilo e penso numa coisa de cada vez. No momento, a preocupação é com o Flamengo, onde pretende ficar um bom tempo”, emendou.

O próximo jogo do Flamengo é contra o Corinthians , domingo, no Engenhão, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, na despedida de Petkovic . Luxemburgo deve contar com a volta de Leonardo Moura e poderá promover a estreia de Júnior César .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.