Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bottinelli leva bronca, revive o passado e marca golaço no Fla-Flu

Luxemburgo não gostou de ver argentino posicionado para cobrança que empatou clássico. Ele já havia feito gol semelhante no Chile

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Ao ver que Thiago Neves havia se afastado da bola na cobrança de falta, aos 42 minutos do segundo tempo do clássico com o Fluminense, quando o Flamengo perdia por 2 a 1, o técnico Vanderlei Luxemburgo se irritou com Bottinelli, que seria o cobrador. O argentino confiou na sua inspiração, que veio de 2010, quando defendia a Universidad Católica e marcou um golaço, empatando o jogo para depois ainda fazer o da vitória .

> Bottinelli já tem nove pontos do Flamengo no Brasileirão na sua conta
> Flamengo, Corinthians e Inter são os times em ascensão no Brasileiro

AE
Bottinelli comemora um de seus dois belos gols no clássico contra o Fluminense, no domingo
Bottinelli ainda não teve a oportunidade de conversar com Luxemburgo depois da cobrança de falta sensacional. No entanto, o argentino está tranquilo, afinal conseguiu ajudar o time, com dois gols, a conquistar uma importante vitória e continuar na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

“Luxemburgo ficou p... comigo. Ele queria a bola dentro da área”, disse Bottinelli, sem se preocupar com o palavrão no meio da frase. “Sempre fiz gols em cobranças de falta nos outros times e tenho confiança para bater na bola. O Thiago acreditou em mim e isso foi muito importante”, emendou.

A inspiração de Bottinelli veio dos tempos em que defendia a Universidad Católica, clube que conquistou seu coração, apesar de ser argentino. Logo numa vitória por 4 a 2 sobre a Universidad de Chile, ele abriu o placar ao marcar um importante gol muito parecido com o do Fla-Flu, na conquista do Campeonato Chileno de 2010. Assista ao golaço do argentino no futebol chileno.

“Confiança é preciso ter sempre. Fiz um gol da mesma distância contra a Universidad de Chile e veio na minha cabeça na hora. Fiquei perdido no tempo, mas isso ficou na minha cabeça. Falei para o Thiago que poderia fazer o mesmo novamente e consegui”, afirmou Bottinelli, que tem seis gols com a camisa do Flamengo, cinco deles no Brasileiro.

Bottinelli sabe que, dificilmente, será titular do time do Flamengo, já que ocupa um espaço parecido com o de Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves. No entanto, satisfeito com o seu rendimento e vivendo um momento especial, o argentino espera por uma vitória sobre o Palmeiras, quarta-feira, às 21h50, no Engenhão, pela 29 rodada do Brasileiro, para seguir na briga pelo título.

> Luxemburgo pede para Mano Menezes poupar Ronaldinho na seleção

“O jogo contra o Fluminense foi importante, mas já acabou e estamos pensando no Palmeiras. Queria jogar com o Thiago Neves, o Ronaldinho, mas só 11 podem jogar. Não é fácil. O Luxemburgo sempre manda a campo os melhores. Preciso estar tranqüilo para ajudar o time na hora em que for preciso”, comentou Bottinelli.

Com 47 pontos, o Flamengo está na terceira colocação, faltando 10 rodadas para o fim do Brasileiro. O líder é o Corinthians, com 51.

Leia tudo sobre: FlamengoBrasileirão 2011BottinelliLuxemburgo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG