Tamanho do texto

Zagueiro Márcio Rosário atrasou uma bola para Leandro Guerreiro, que perdeu o lance para Magno Alves, proporcionando o primeiro gol do Ceará no empate de 2 a 2

Uma falha do setor defensivo causou o primeiro gol do Ceará no empate de 2 a 2 com o Botafogo, na última quarta-feira. No lance, o zagueiro Márcio Rosário recuou mal para Leandro Guerreiro, que perdeu a bola para Magno Alves, autor do gol do time da casa. Após a partida, Joel Sanatana minimizou o erro, mas deu um pequeno 'puxão de orelha' no setor defensivo.

"Acho que o time jogou o que poderia jogar, mas não pode facilitar como facilitou. O Rosário sabe que eu gosto desse tipo de zagueiro sério, apertou tira. Não pode ficar colocando a bola para trás. Tem que evitar esse tipo de bobeira. Agora é o momento de vencermos, trabalharmos, convocar a nossa torcida", declarou o treinador do Botafogo.

O meia Edno preferiu não destacar o erro, mas comemorar o ponto conquistado fora de casa. O Ceará perdeu apenas uma partida atuando no estádio Castelão. "Em qualquer time pode haver falhas. Quando o time perde, perde todo mundo. O time está, sim, de parabéns, porque lutou durante todo o tempo contra uma equipe difícil de ser vencida. Houve bobeira, mas de toda a equipe", disse Edno.

Na 4ª colocação, com 56 pontos, o Botafogo pode ser ultrapassado por Grêmio e Atlético-PR. Ambos jogam neste final de semana, podendo igualar o número de pontos da equipe carioca, ficando em vantagem pelo número de vitórias. O Botafogo volta a campo no dia 21 de novembro, contra o Internacional, no estádio Engenhão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.