Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo volta a pensar em Ricardinho

Meio-campista que estava no Atlético-MG é a melhor opção caso o time não acerte com Gilbero, que está no Cruzeiro

Gazeta |

Gilberto sempre foi o nome preferido do técnico Caio Júnior e da diretoria do Botafogo para formar dupla de criação com Maicosuel. O acordo com o apoiador do Cruzeiro era dado como certo na semana passada, mas depois de o atleta ter se destacado na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG , na final do Campeonato Mineiro, o presidente da Raposa, Zezé Perrella, decidiu vetar a sua liberação. Sendo assim, o Glorioso começa a trabalhar com outras possibilidades e um nome volta a ganhar força nos corredores de General Severiano. Trata-se do experiente Ricardinho, de 35 anos, que deixou o Galo recentemente.

Há pouco mais de um mês, logo depois de Ricardinho ter sido liberado pelo Atlético-MG, a diretoria do Botafogo procurou o jogador e discutiu sobre questões salariais. Além disso, o jogador manifestou vontade em jogar no futebol carioca, porém pediu para não abrir negociações mais profundas, como tempo de contrato, até se desligar oficialmente do Galo.

Diante desta conversa inicial, a diretoria do Botafogo passou a ver Ricardinho como uma opção, caso Gilberto não chegasse a um acordo. Portanto, as negociações com Ricardinho serão reabertas e é possível que o pentacampeão apareça em General Severiano no início da próxima semana.

Na noite desta quarta-feira surgiram especulações de que o meia Morais, com poucas oportunidades no Corinthians, teria sido oferecido ao clube. O bom relacionamento entre as duas diretorias facilitaria o acordo. Porém, esse jogador não chega a agradar ao técnico Caio Júnior, que prefere um nome mais habilidoso, com toque de bola mais refinado e que saiba ser útil em jogadas de bola parada. No caso, Ricardinho é melhor visto do que Morais em General Severiano.

O certo é que Caio Júnior não vai ter nenhum reforço a sua disposição para a estreia no Campeonato Brasileiro, no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), diante do Palmeiras, em São José do Rio Preto (SP). Com isso, o treinador deverá manter a base que participou do amistoso do último sábado, quando o time empatou por 1 a 1 com o América-MG.

Para este compromisso, Caio Júnior deverá lançar de início o meia Maicosuel, que não começa uma partida entre os titulares desde outubro do ano passado, quando se submeteu a uma cirurgia no joelho esquerdo. Ele deverá ter como companheiro na missão de criar jogadas Thiago Galhardo, contratado após se destacar pelo Bangu no Campeonato Carioca, e que foi autor do gol diante do Coelho.

Sendo assim, o Alvinegro deverá entrar em campo com: Jéfferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Arévalo, Thiago Galhardo e Maicosuel, Alex e Caio. Os atacantes Herrera e Loco Abreu não vão atuar porque estão suspensos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), pelo tumulto generalizado após empate por 1 a 1 com o Avaí, em Santa Catarina, em confronto que custou a eliminação do Botafogo na Copa do Brasil.

Nesta sexta-feira, o elenco treina na parte da tarde, ainda em Porto Feliz (SP), onde também acontecerá um recreativo no sábado pela manhã. Depois, a delegação já embarca para São José do Rio Preto.

Leia tudo sobre: BotafogoRicardinho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG