Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo vence o Atlético-MG em Minas Gerais, na estreia de Cuca

Mesmo fora de casa, equipe carioca foi melhor e tem grande vantagem para decidir a vaga na Sul-Americana

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Asa negra na história recente do Atlético-MG, o Botafogo se mostrou algoz do time mineiro mais uma vez. Com gols de Herrera e Maicosuel o time carioca venceu por 2 a 1, no jogo de ida pela primeira fase da Copa Sul-Americana, no Ipatingão. Richarlyson ainda marcou gol dos mineiros, que precisam vencer por dois gols de diferença na volta, ou então vitória com três ou mais gols marcados. Já o Botafogo pode perder até por 1 a 0 para chegar à fase internacional da competição.

Portanto, depois de eliminar o Atlético-MG nos três últimos encontros em mata-mata, o Botafogo deu um passo importante para mais uma classificação. A equipe botafoguense levou a melhor nos confrontos pela Copa do Brasil, em 2007 e 2008, e na própria Copa Sul-Americana, em 2008. O jogo dá volta está marcado para o dia 24, no Engenhão.

“É uma vitória importantíssima, sabíamos da dificuldade e conseguimos impor nosso ritmo. Infelizmente tomamos um gol, então é trabalhar firme, ainda não tem nada decidido”, disse meia Maicosuel, autor do segundo gol do Botafogo.

O jogo
Os primeiros minutos do Atlético-MG sob o comando de Cuca não foram como ele esperava. Melhor em campo e com mais qualidade, o Botafogo marcou o primeiro gol logo aos seis minutos. Loco Abreu ajeitou para o atacante argentino, sem que a defesa atleticana nada fizesse. No entanto, se o time ainda tinha muito da época de Dorival Júnior, pelo menos a vontade parecia ser maior.

Mas somente vontade não era suficiente para o Atlético-MG. Com mais qualidade, o Botafogo segurava o time mineiro e esperava o contra-ataque para fazer o segundo gol. A primeira chance atleticana foi somente aos 26 minutos, quando André chutou por cima do gol de Jefferson. Foi então que Cuca tirou o lateral-direito Patric, para colocar o atacante Wesley.

Apesar da alteração, o jogo seguida no mesmo ritmo, até os 38 minutos, quando o Botafogo achou o contra-ataque que tanto esperava. André perdeu a bola no ataque e com poucos toques o meia Maicosuel apareceu dentro da área atleticana para fazer o segundo gol. O primeiro tempo para o Botafogo só não foi melhor por conta do gol de Richarlyson, aproveitando um cruzamento de Serginho.

Se o Botafogo não fez muita força para conseguir o resultado positivo no primeiro tempo, no segundo o time carioca apenas se defendeu. Apesar de chegar a ter três atacantes em alguns momentos, a equipe de Caio Júnior optou em tocar a bola e fazer o tempo correr. Já o Atlético-MG, apenas na base da vontade, buscou o empate. Mas parou no goleiro Jefferson.

Primeiro o camisa 1 do Botafogo fez grande defesa em chute de André. O centroavante do Atlético-MG ficou sozinho com o arqueiro botafoguense depois de grande jogada de Serginho, mas não conseguiu empatar, aos 10 minutos. Depois foi a vez de Mancini ficar sozinho com Jefferson e não conseguir marcar. O meia-atacante do Atlético-MG tocou por baixo, mas Jefferson fez outra grande defesa.

A situação mineira ficou ainda pior com a expulsão do volante Toró, que recebeu o segundo cartão amarelo. Com mais espaço para atacante, o Botafogo resolveu tentar o terceiro gol e quase conseguiu. Na única investida botafoguense, já aos 46 minutos, Alexandre Oliveira chutou firme no canto e Giovanni fez boa defesa. E no duelo da vontade com a qualidade, melhor para a qualidade. Final de jogo e vitória do Botafogo por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-MG 1 X 2 BOTAFOGO
Local: Estádio Ipatingão, em Ipatinga
Data: 10 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Renda: R$ 43,270,00
Público: 9.583 pagantes
Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Carlos Berkenbrock (Fifa-SC)
Cartões Amarelos: Lucas Zen (BOT)
Cartão Vermelho: Toró (CAM)
GOLS:
ATLÉTICO-MG: Richarlyson, aos 44 minutos do primeiro tempo
BOTAFOGO: Herrera, aos 6, e Maicosuel, aos 38 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-MG: Giovanni; Patric (Wesley), Réver, Leonardo Silva e Guilherme Santos (Mancini); Richarlyson, Serginho, Toró e Caio; Magno Alves (Neto Berola) e André.
Técnico: Cuca.
BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Fábio Ferreira, Antônio Carlos e Márcio Azevedo (Léo); Marcelo Mattos, Lucas Zen, Maicosuel (Alexandre Oliveira) e Felipe Menezes; Herrera (Alex) e Loco Abreu.
Técnico: Caio Júnior.

Leia tudo sobre: Atlético-MGCopa Sul-Americana 2011Botafogo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG