Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo vence Bonsucesso e fica perto da semifinal da Taça GB

Maicosuel, Loco Abreu e Herrera (2) marcam os gols do time alvinegro, que lidera o Grupo A com 12 pontos

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Jogando no Engenhão na tarde deste sábado, o Botafogo derrotou o Bonsucesso por 4 a 1, pela sexta rodada da Taça Guanabara – primeiro turno do Campeonato Carioca – pulando para 12 pontos no Grupo A. Maicosuel, Loco Abreu e Herrera (dois) fizeram os gols alvinegros, com Adriano Magrão descontou. Com o resultado, o time alvinegro praticamente carimba o passaporte para a semifinal da competição. Na última rodada, dia 18, o compromisso será fora de casa contra o Macaé.

Veja como está a classificação do Campeonato Carioca

O gol de Maicosuel no fim do primeiro tempo foi o alívio para o time alvinegro nos 45 minutos iniciais. Jogando de forma errada, ainda sem padrão de jogo e assustando menos do que deveria, a equipe comandada por Oswaldo de Oliveira teve uma atuação discreta, com direito a reclamação da torcida e lances de perigo do Bonsucesso.

Gazeta Press
Loco Abreu comemora gol na partida deste sábado
Logo na entrada em campo, o torcedor pediu Herrera, no banco de reservas. Na medida em que as jogadas não saíam da forma desejada, ouvia-se as críticas vindas da arquibancada. Uma arquibancada, aliás, vazia. Pouca gente enfrentou o forte calor de sábado para ir ao Engenhão. Mesmo o Botafogo vindo de uma goleada de 5 a 0 sobre o Olaria.

Com dores na perna direita, Andrezinho foi vetado. Em seu lugar, entrou Felipe Menezes. A verdade é que Felipe Menezes, Elkeson e Loco Abreu tiveram dificuldade para pôr a bola no chão e chegar com clareza ao gol adversário.

Em contrapartida, o goleiro alvinegro Jefferson teve bastante trabalho no primeiro tempo. No lance mais emblemático, Bóvio, da intermediária, obrigou o camisa 1 alvinegro a grande defesa. O jogador parecia indefinido quando, aos 41 minutos, depois de tabelar com Elkeson, Maicosuel se livrou de dois marcadores e, de fora da área, acertou o canto direito do goleiro: 1 a 0.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Oswaldo de Oliveira comentou a sensação de ter jogador bem só não veio porque faltou o segundo gol. Não durou dois minutos para sua profecia: 2 a 0. O gol pode não ter mudado a impressão do torcedor sobre o jogo, mas causou alívio, pois a partir daí era só administrar o resultado.

Mas o Bonsucesso não se entregou. E aos 11, Marcos Goiano evitou a saída de uma bola que parecia sem perigo, jogou no meio da área e, para a surpresa alvinegra, Adriano Magrão surgiu entre os zagueiros e, de primeira, emendou no canto esquerdo do goleiro Jefferson: 2 a 1.

Maicosuel, com dores no joelho, foi substituído por Cidinho. O torcedor não havia entendido a alteração, achando que seria por questão meramente técnica e esboçou vaias a Oswaldo.

Mas a vitória em grande estilo viria com o gol do jogador que a torcida tanto pedia. Herrera saiu do banco de reservas para substituir Felipe Menezes. E logo no seu primeiro lance, o atacante argentino aproveitou bem o rebote de uma bola de Loco Abreu no travessão e fuzilou de perna esquerda para ampliar: 3 a 1.

O atacante argentino queria mais. E aos 45, depois de driblar Dieguinho, fezo quarto, com categoria, tirando do alcance do goleiro.

FICHA TÉCNICA - BOTAFOGO 4 X 1 BONSUCESSO

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 11 de fevereiro de 2012
Hora: 17h (de Brasília)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Junior (RJ)
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço Massarra dos Santos (RJ)

GOLS

Botafogo: Maicosuel, aos 41 minutos do primeiro tempo; Loco Abreu, aos 2 do segundo; e Herrera, aos 27 e 45 do segundo tempo

Bonsucesso: Adriano Magrão, aos 11 do primeiro tempo

Cartões amarelos: Gomes, Alex Alves, Maicosuel
BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Renato, Elkeson (Lucas Zen), Maicosuel (Cidinho) e Felipe Menezes (Herrera); Loco Abreu
Técnico: Oswaldo de Oliveira

BONSUCESSO: Saulo, Ranieri (Dráusio), Admilton, Gomes e Dieguinho; Márcio Guerreiro, Bóvio, Alex Alves (Juninho) e Marcos Goiano; Adriano Magrão (Jefferson) e Diogo
Técnico: Wilson Gottardo

Leia tudo sobre: botafogocampeonato carioca 2012bonsucesso

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG