Equipe alvinegra chega a 52 pontos ganhos e continua a dois do Corinthians, ainda o líder do Brasileirão

O Botafogo derrotou o Atlético Paranaense por 2 a 0 em partida disputada neste domingo, no Engenhão. O resultado fez a equipe alvinegra chegar a 52 pontos ganhos e ocupar a terceira posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. A equipe pode assumir a liderança na quarta-feira, quando realiza partida da 21ª rodada contra o Santos , adiada a pedido da equipe paulista. Já o Atlético Paranaense segue em situação complicada. Continua com 28 pontos e ocupa a 18ª colocação.

null

Foi uma vitória sem grandes problemas do Botafogo que marcou logo no início do jogo com Antonio Carlos e ampliou no segundo tempo com Loco Abreu. O time dirigido por Caio Júnior manteve o controle da partida durante os 90 minutos diante de um adversário que já entrou pressionado pela situação difícl em que se encontra e não conseguiu mostrar um bom futebol apesar do empenho demonstrado pelos seus jogadores.

O Botafogo volta a jogar nesta quarta-feira contra o Santos na Vila Belmiro, em partida adiada e domingo contra o Avaí. O Atlético Paranaense receberá o Ceará na Arena da Baixada.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Campeonato Brasileiro

O jogo
Apoiado por uma torcida empolgada, o Botafogo começou a partida no ataque e logo aos dois minutos, Elkeson arriscou da entrada da área e obrigou o goleiro Renan Rocha a fazer uma boa defesa. Só depois desse lance é que a equipe paranaense saiu para o jogo, comandado pelos toques do experiente Paulo Baier. Já o time carioca trocava passes enquanto procurava espaços na defesa paranaense.

Aos 10 minutos, depois de forte pressão na área do Atlético, a bola sobrou para Herrera enfiar o pé direito para grande defesa de Renan Rocha. O lance animou o time dirigido por Caio Júnior que seguiu forçando o jogo em cima da defesa do Furacão, principalmente com Herrera pela extrema direita.

Aos 16 minutos, o Botafogo marcou o primeiro gol. Renato cobrou falta ao lado da área e o zagueiro Antonio Carlos se antecipou ao goleiro Renan Rocha para cabecear para o fundo das redes. Depois de sofrer o gol, o Atlético Paranaense continuava com dificuldades para chegar ao ataque onde Morro Garcia estava muito isolado entre os zagueiros e quase não participava do jogo. Aos 26 minutos, o time visitante conseguiu sua primeira chance em falta na entrada da área. Paulo Baier bateu e Jéfferson defendeu com facilidade.



Aos 33 minutos, o Botafogo trocou passes em velocidade e Everton foi lançado nas costas dos zagueiros e cruzou rasteiro para tentar alcançar Loco Abreu mas Gustavo fez o corte e mandou para escanteio.

Um minuto depois o Atlético chegou na área em bola levantada por Gustavo que Morro Garcia cabeceou para fora, sem levar perigo ao gol de Jéfferson. Aos 41 minutos, Herrera recebeu passe de Lucas e chutou. A bola bateu no zagueiro Gustavo e a torcida pediu pênalti, mas o árbitro nada marcou.

O Atlético teve a grande chance para empatar aos 45 minutos quando Morro Garcia recebeu livre na frente de Jéfferson e o goleiro botafoguense fez grande defesa com a perna direita, evitando o empate.

O Furacão voltou para o segundo tempo com o experiente Cleber Santana na vaga do jovem volante Renan Foguinho. E no primeiro minuto, Elkeson lançou Herrera que penetrou pela ponta direita e cruzou para Loco Abreu, mas o zagueiro Gustavo se antecipou e desviou para escanteio.

O time paranaense adiantou a marcação e aos oito minutos, Paulo Baier mandou a bomba e Jéfferson defendeu com segurança. Um minuto depois, Maicosuel dominou pelo lado esquerdo e cruzou para a entrada de Loco Abreu. O uruguaio cabeceou e o goleiro Renan Rocha salvou em cima da linha, enquanto os jogdores alvinegros pediam a marcação do gol, alegando que a bola teria entrado, o que não foi confirmado.

Como o Atlético Paranaense subiu de produção o técnico Caio Júnior tentou equilibrar a disputa no meio campo e trocou o atacante Herrera pelo meia Felipe Menezes, adiantando Maicosuel. Como o time não melhorou de produção, o técnico do Botafogo trocou Elkeson por Caio.

O Atlético seguia pressionando e, aos 29 minutos, Marcinho tabelou com Adailton e chutou para nova defesa de Jéfferson.

Aos 34 minutos, Felipe Menezes levantou para Antonio Carlos que foi derrubado na área por Manoel. Pênalti que Loco Abreu cobrou com categoria para ampliar a vantagem do Botafogo. Com a boa vantagem assegurada, o Botafogo apenas se preocupou em administrar o resultado enquanto o Furacão não mostrou mais forças para tentar qualquer reação.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 0 ATLÉTICO-PR


Local : Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data : 16 de outubro de 2011, domingo
Horário : 16 horas (de Brasília)
Árbitro : Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes : Jossemmar Moutinho (PE) e Albino Junior (PE)
Cartões amarelos : Renato(Bota); Deivid, Wagner Diniz, Marcinho(AP)

Gols : BOTAFOGO - Antonio Carlos, aos 16 minutos do primeiro tempo e Loco Abreu, aos 35 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO : Jéfferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Everton (Alessandro) ; Marcelo Mattos, Renato, Elkeson (Caio) e Maicosuel; Herrera (Felipe Menezes) e Loco Abreu
Técnico : Caio Júnior

ATLÉTICO-PR : Renan Rocha; Wagner Diniz, Manoel, Gustavo e Heracles; Deivid, Renan Foguinho (Cléber Santana), Marcelo Oliveira, Paulo Baier e Marcinho (Edilson); Morro García (Adailton)
Técnico : Antônio Lopes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.