Além de buscar o título inédito, equipe acredita que jogos darão experiência internacional aos jovens

Satiro Sodré/Divulgação AGIF
Marcelo Mattos acha que Sul-Americana pode dar experiência aos mais jovens
Um 'estágio' internacional. É também dessa forma que o Botafogo vê a Copa Sul-Americana , competição em que o time carioca estreia nesta quarta-feira, às 21h50, contra o Atlético-MG , no estádio Lamegão. Além de buscar um título inédito para o time de General Severiano, os botafoguenses acreditam que a competição pode passar experiência internacional aos atletas mais jovens do elenco.

Siga o Twitter do iG Botafogo e receba notícias do time em tempo real

"Essa competição para alguns jogadores é uma experiência, como se fosse uma Copa Libertadores. Saber jogar contra equipes da Argentina, Paraguai e Uruguai é muito importante. Sentir o clima de um jogo fora do Brasil. E é um título a mais para o Botafogo. Para nós é muito bom ter essa oportunidade, esse objetivo na temporada", declarou o volante Marcelo Mattos.

Entre para a torcida virtual do seu time e o ajude a assumir a liderança do ranking

Na partida desta quarta, o Botafogo poupará ao menos três titulares. O lateral-esquerdo Cortês, o meia Elkeson e o volante Renato ficaram no Rio de Janeiro, se recuperando para a partida do próximo sábado, contra o América-MG, às 21h, no Engenhão. Para Mattos, a ausência do companheiro de setor não será um grande problema para a partida contra o Atlético-MG.

"O Renato teve uma excelente partida contra o Vasco, é um jogador de bom passe e posicionamento excelente, está entrosando com a equipe. Não sei quem vai jogar, mas quem for entrar será de grande qualidade também. O Lucas Zen estava jogando na posição dele e fazendo um trabalho muito bom", disse Marcelo Mattos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.