Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo vê evolução fora dos gramados

Para Sergio Landau, diretor-executivo do clube carioca, o Botafogo também avançou como marca em 2010

AE |

O Botafogo terminou o ano de 2010 satisfeito por ter conquistado o título do Campeonato Carioca e também com a boa campanha no Campeonato Brasileiro em que terminou na sexta colocação. Mas a diretoria do clube acredita ter o que comemorar fora dos gramados. Para o diretor-executivo Sergio Landau, o Botafogo também avançou como marca. Por isso, ele aposta que conseguirá acertar contratos de patrocínio mais vantajosos em 2011.

"Tivemos bons parceiros, como Hypermarcas, Ale, Cruzeiro do Sul e Guaraviton. Nesse meio tempo, fizemos uma convenção comercial, algo inédito no meio do futebol. Foi pioneira e deu uma grande repercussão, nos facilitando consolidar parcerias e abrir novas negociações. Em 2011, temos uma perspectiva bem melhor de patrocínio na camisa. A forma como o Botafogo trabalhou este ano fez potenciais clientes verem um clube parceiro, profissional, sério e estruturado", afirmou.

Landau prometeu melhorias no Engenhão, que vai receber as partidas de Flamengo e Fluminense em 2011, já que o Maracanã está fechado para obras. "O Botafogo fez uma parceria de fidelidade com Flamengo e Fluminense, dando alguns benefícios e com eles trazendo mais conteúdo. Estamos muito otimistas, pois treinamos em grande estilo no Campeonato Brasileiro, foi um grande laboratório. Mas sabemos que temos de melhorar a operação, o serviço e os acessos, pois os torcedores precisarão se adaptar ao estádio, uma vez que estavam acostumados ao Maracanã", disse.

Além dos jogos, o estádio deverá receber outros eventos em 2011 como forma de viabilizá-lo financeiramente. "O Botafogo vai partir para ter eventos no estádio, isso já é uma realidade. Vamos pensar em um novo público, agregar conteúdo e valor. Já negociamos projetos, shows e eventos comerciais, pois o estádio oferece espaço para eventos variando de 5 mil a 40 mil pessoas", comentou Landau.

O dirigente avisou que ações de marketing, que envolveram ídolos como Maicosuel, Loco Abreu e Túlio Maravilha, irão se repetir em 2011. "Fizemos este ano marketing pensando desde o nosso passado e tradições até os jogadores do presente, na formação de novos ídolos. Maicosuel, por exemplo, era um pedido dos torcedores e um desejo do clube. Envolvia um valor significativo, mas conseguimos trazer, aliando a projetos de marketing, como a venda de produtos e uma visita de 2 mil pessoas a ele no Stadium Rio. Ainda tivemos grandes eventos com Loco Abreu e Túlio Maravilha. O ídolo ainda é uma peça fundamental na parceria entre clube e torcedor, é um pólo de atração no qual precisamos continuar atento", explicou.

Leia tudo sobre: Botafogo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG