Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo só empata com o Ceará, fica longe dos líderes e tem vaga no G4 ameaçada

Equipe carioca saiu na frente com Loco Abreu, mas permitiu a virada do Ceará ainda no primeiro tempo. Grêmio e Atlético-PR podem ultrapassar o Botafogo na sequência da rodada

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860101855&_c_=MiGComponente_C

O sonho do título do Campeonato Brasileiro ficou praticamente impossível para o Botafogo. A equipe carioca empatou em 2 a 2 com o Ceará, nesta quarta-feira, no estádio Castelão, na abertura da 35ª rodada. Após um bom começo, com o gol do atacante Loco Abreu logo aos 11 minutos, o Botafogo recuou demais e permitiu a virada do Ceará ainda na primeira etapa, com gols de Magno Alves, aos 22 minutos, e Geraldo, aos 34. Na segunda etapa, Loco Abreu ainda conseguiu marcar o gol de empate, aos 11 minutos, mas não foi o suficiente para a equipe carioca, que empata sua segunda partida seguida.

Com 56 pontos, o Botafogo se mantém na 4ª colocação, mas poderá ser ultrapassado por Atlético-PR e Grêmio, que jogam no final de semana. Além disso, a equipe fica cinco pontos atrás do líder Fluminense, que pode ampliar a vantagem para oito pontos no próximo domingo, quando enfrenta o Goiás.

O Ceará permanece na 12ª colocação, com 45 pontos e apenas briga por uma vaga na Copa Sul-Americana. O Botafogo só volta a campo no dia 21 de novembro, quando recebe o Internacional, no estádio Engenhão. Um dia antes, o Ceará visita o Prudente, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Assista aos quatro gols da partida

O jogo
O Botafogo entrou em campo com uma surpresa. O zagueiro Márcio Rosário, que ainda não havia treinado com o grupo durante a semana, conseguiu se recuperar e foi escalado em cima da hora. A partida começou com as duas equipes se estudando e trocando passes na intermediária. O Ceará ficava mais com a posse de bola, mas não criava perigo. No Botafogo, Loco Abreu sofria com a forte marcação dos zagueiros cearenses.

De tanto reclamar de faltas, o atacante do Botafogo acabou recebendo o cartão amarelo com apenas 9 minutos da primeira etapa. Mas aos 11 minutos, na primeira oportunidade ofensiva da equipe carioca, Loco Abreu mostrou o motivo da preocupação adversária. Edno recebeu lançamento na esquerda e cruzou para a área. Alessandro tentou um toque de calcanhar, mas acabou furando. Na sobra, Lucio Flavio chutou cruzado e Loco Abreu, sozinho na pequena área, apenas empurrou para as redes. 

O gol acordou o Ceará, que adiantou a marcação e passou a dominar a partida. Aos 17 minutos, Geraldo chutou cruzado de fora da área, a bola passou por toda a defesa do Botafogo e sobrou para Magno Alves, que bateu cruzado para boa defesa de Jefferson. No rebote, Danny Morais afastou o perigo. Dois minutos mais tarde, nova intervenção do goleiro do Botafogo. Magno Alves recebeu pela esquerda e chutou forte, de fora da área.  Jefferson espalmou a bomba para escanteio.

De tanto pressionar, o Ceará conseguiu chegar ao gol de empate. Aos 22 minutos, Márcio Rosário recuou mal para Leandro Guerreiro, que deixou a bola passar e perdeu para Magno Alves. O atacante invadiu a área, cortou para o pé direito e bateu forte, igualando o placar no estádio Castelão.  Sem conseguir manter a posse de bola no campo de ataque, o Botafogo recuou ainda mais após o empate.

O que era ruim ficou ainda pior aos 34 minutos. Marcelo Nicácio ajeitou para o meia Geraldo, que chutou forte da entrada da área, mandando a bola no ângulo esquerdo de Jefferson. O goleiro botafoguense ainda tentou chegar na bola, mas nada pode fazer. Nos acréscimos, o Botafogo ainda teve a oportunidade de empatar. Jobson deu bom passe para o volante Túlio Souza, que dominou e bateu cruzado. A bola passou raspando a trave direita do goleiro Michel Alves. Melhor na primeira etapa, o Ceará foi para o vestiário com uma vitória justa, já que o Botafogo deixou de atacar, após ter aberto o placar.

As duas equipes voltaram do intervalo sem alterações . Logo aos 4 minutos, Jobson, que realizava partida discreta, arrancou, passou por três marcadores, mas bateu mal na bola, longe do gol de Michel Alves. Os jogadores do Botafogo ficaram reclamando do atacante, que poderia ter cruzado a bola. Um minuto depois, o atacante do Ceará, Marcelo Nicácio, sentiu o tornozelo esquerdo e acabou sendo substituído por Washington.

Aos 7 minutos, Edno cobrou falta pela esquerda e Fahel desviou de cabeça, fazendo a bola raspar a trave do gol do Ceará. Numa repetição do primeiro tempo, a estrela de Loco Abreu voltou a brilhar em um momento difícil para o Botafogo na partida. Aos 11 minutos, Túlio Souza cruzou pela esquerda, Alessandro dominou e tocou para Loco Abreu. O uruguaio dominou e bate colocado, no canto esquerdo do gol do Ceará, igualando o placar. Quatro minutos depois, uma nova falha da defesa botafoguense quase colocou tudo a perder. Geraldo lança Washington, que não alcança a bola. Fahel tenta isolar, mas chuta em cima de Leandro Guerreiro, fazendo a bola carimbar a trave do goleiro Jefferson.  No rebote a defesa da equipe carioca afastou.

Precisando da vitória para manter o sonho do título, o técnico Joel Santana tirou os volantes Fahel e Túlio Souza, para a entrada do atacante Caio e do meia BrunoThiago.  As mudanças deixaram a partida totalmente aberta. O Botafogo pressionava e criava mais oportunidades, mas permitia que o Ceará assustasse no contra-ataque. Aos 37 minutos, Geraldo cruzou da esquerda, Magno Alves subiu mais que a defesa do Botafogo e cabeceou. A bola bateu na trave direita do goleiro Jefferson, que apenas ficou olhando.

Aos 37 minutos, quase o Botafogo chegou ao gol da vitória. Renato Cajá, que havia entrado no lugar do meia Lucio Flavio, deu lindo passe para Jobson. O atacante bateu, mas Michel Alves fez a defesa. No final, o  volante Michel, do Ceará, ainda foi expulso, mas as equipes não conseguiram desempatar a partida, com um resultado ruim para o Botafogo, que praticamente abandona a luta pelo título.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 2 x 2 BOTAFOGO

Local: Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 10 de novembro de 2010 (Quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Assistentes: Adailson Pereira (ES) e José Ricardo Linhares (ES)
Cartões amarelos: Michel e Michel Alves (Ceará); Loco Abreu, Túlio Souza, Fahel e Jobson (Botafogo)
Cartão Vermelho: Michel (Ceará)

Gols:
Ceará: Magno Alves, aos 23, e Geraldo, aos 34 minutos do 1º tempo
Botafogo: Loco Abreu, aos 12 do 1º tempo e 11 minutos do 2º tempo

CEARÁ: Michel Alves, Boiadeiro, Diego Sacoman (Erivélton), Fabrício e Anderson; Michel, Careca, Reina (Arlindo Maracanã) e Geraldo; Magno Alves e Marcelo Nicácio (Washington)
Técnico: Dimas Filgueiras

BOTAFOGO: Jéfferson, Leandro Guerreiro, Danny Morais e Márcio Rosário; Alessandro, Túlio Souza (Bruno Tiago), Fahel (Caio), Lucio Flavio (Renato Cajá) e Edno; Jobson e Loco Abreu
Técnico: Joel Santana

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG