Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo otimista para quebra de jejum contra Grêmio

Última vitória do clube de General Severiano no estádio gaúcho foi em 1995, ano em que os cariocas ganharam o título do Brasileirão

Gazeta Esportiva |

Para conquistar a quarta colocação do Campeonato Brasileiro e se aproximar de uma vaga na próxima Copa Libertadores, o Botafogo precisa derrotar o Grêmio neste domingo às 17h (horário de Brasília), no estádio Olímpico, pela última rodada da competição. Caso isso aconteça, o clube carioca só ficará de fora do torneio continental se o Goiás superar o Independiente, da Argentina, na decisão da Copa Sul-Americana.

A tarefa do time de General Severiano pode ser considerada ingrata, já que os gremistas não costumam dar moleza aos seus adversários quando atua, no Rio Grande do Sul. Para agravar ainda mais a situação, os botafoguenses terão que colocar fim a um longo jejum, pois não derrotam o rival no Olímpico há 15 anos.

A última vitória do Botafogo no estádio do Grêmio aconteceu em 1995, ano em que os cariocas ganharam o título do Brasileirão e fizeram 3 a 2 diante dos gremistas, que tinham conquistado pouco antes a Copa Libertadores e eram comandados por Luiz Felipe Scolari. De lá para cá foram nove confrontos pela competição, com seis vitórias dos gaúchos e nove empates. Retrospecto desanimador? Não para os jogadores botafoguenses, que se mostram animados com a possibilidade de quebrarem mais um jejum.

"Nós sabemos que podemos vencer lá, apesar de reconhecermos as dificuldades de se enfrentar o Grêmio no Estádio Olímpico. Trata-se de uma final de campeonato, se analisarmos a importância que a partida tem para as duas equipes. Portanto, tudo pode acontecer, inclusive uma vitória do Botafogo. Caso isso aconteça, melhor ainda que venha com a quebra de um jejum", disse o lateral direito Alessandro, endossado pelo atacante Loco Abreu.

"Se é preciso quebrar esse jejum para classificar o Botafogo para a Copa Libertadores nós temos que fazer a nossa parte e conquistar a vitória. Sei que é muito difícil enfrentar o Grêmio no Olímpico, pois eles têm um bom time e contam com uma torcida apaixonada. Mas a nossa equipe também conseguiu muitos resultados importantes como visitante e estamos confiantes", disse o uruguaio.

O técnico Joel Santana usou o bom humor para comentar o longo jejum de vitórias do Botafogo no estádio Olímpico. O treinador lembrou que o atual elenco do Botafogo sabe lidar com esse tipo de situação.

"Ao longo deste ano já apareceram vários jejuns para serem quebrados pelo elenco do Botafogo. Desde o Campeonato Carioca, quando conquistamos o título sem necessidade de final, passando pelo Campeonato Brasileiro. Sinceramente, acredito que meus jogadores estão motivados para essa partida, e com essa informação a motivação só aumenta", disse Joel.

Joel pensa na escalação
Joel Santana começou a dar sinais, nesta manhã de quinta-feira, durante um treino no estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro, da escalação que pretende mandar a campo contra o Grêmio. Quando o acesso da imprensa foi liberado, uma hora após a atividade, o meia Lúcio Flávio, com uma indisposição, e o atacante Loco Abreu, que sofreu uma pancada no pé direito, estavam de fora, mas apenas para serem preservados. Os dois atuarão diante dos gremistas.

Danny Morais ganhou mesmo a vaga do zagueiro Márcio Rosário, que vai cumprir suspensão por conta do terceiro cartão amarelo recebido na vitória de 3 a 1 sobre o Grêmio Prudente. Danny formará trio de zaga com Antônio Carlos e Leandro Guerreiro, que volta ao time após se recuperar das dores no calcanhar direito. Outro que reaparece, no posto de Lucas Zen, é Somália, que se recuperou de lesão nos ligamentos do joelho esquerdo.

Caio ganhou a disputa com Jobson e Edno e será o companheiro de ataque de Loco Abreu. O Botafogo deverá ir a campo com a seguinte formação: Jéfferson, Danny Morais, Antônio Carlos e Leandro Guerreiro; Alessandro, Fahel, Somália, Lucio Flavio e Marcelo Cordeiro; Caio e Loco Abreu. Nesta sexta-feira o elenco volta a treinar, na parte da manhã, no Engenhão.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato brasileiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG