Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo leva castigo no final e empata com o Madureira

Time de Oswaldo de Oliveira suou a camisa para virar o jogo, mas levou um gol aos 44 do segundo tempo

iG Rio de Janeiro |

Agência O Globo
Botafogo chegou a estar na frente por 2 a 1, mas levou o empate
O Botafogo não passou de um sofrido empate por 2 a 2 com o Madureira, nesta quinta-feira, no subúrbio carioca, pela terceira rodada da Taça Guanabara. O time do técnico Oswaldo de Oliveira saiu em desvantagem, suou a camisa e conseguiu virar o jogo aos 39 do segundo tempo. Aos 44, no entanto, sofreu o gol do empate.

Com o resultado, o Botafogo passa a somar 5 pontos no grupo A, um a mais do que o Flamengo, que joga nessa sexta, contra o Olaria. Os dois arquirrivais, aliás, fazem o primeiro clássico da temporada no próximo domingo.

O zagueiro Thiago abriu o placar para o Madureira aos 27 minutos do primeiro tempo, aproveitando bola levantada na área. O Botafogo só conseguiu empatar aos 29 do segundo tempo. Herrera converteu cobrança de um pênalti sofrido por Caio. O gol da virada saiu dez minutos depois, quando, ao tentar cortar cruzamento de Renato na área, Rodrigo, do Madureira, cabeceou contra o próprio gol. Aos 44, porém, Alex Silva empatou o jogo novamente.

Este foi o segundo empate consecutivo do Botafogo. No último domingo, o time não saiu do zero com o Nova Iguaçu. Na ocasião, muitos jogadores culparam o estádio do gramado de Moça Bonita, onde o jogo foi realizado.

O jogo
O Botafogo iniciou a partida pressionando o Madureira em seu campo e por pouco não abriu o placar na primeira boa chance de gol, aos dois minutos. Maicosuel recebeu a bola na entrada da área, passou por um marcador e finalizou colocado, mas a direita do gol de Marcio. No entanto, o time só teve esta oportunidade no começo do confronto, pois pecava muitos nos passes no setor ofensivo.

Aos poucos, o Madureira passou a conseguir atacar e chegou a marcar aos 15 minutos. Em um contra-ataque rápido, Dinei aproveitou cruzamento e finalizou na rede do Botafogo. Só que a arbitragem anulou o gol erradamente apontando impedimento do atacante. Até a parada técnica, a equipe local se manteve melhor em campo.

Na volta, o Botafogo tentou buscar o ataque, mas seguia errando muito quando chegava perto da área. Para piorar, viu os donos da casa abrirem o placar aos 27 minutos, quando Thiago Medeiros aproveitou falta cobrada na área e subiu mais que a zaga botafoguense para cabecear sem chance para Jefferson.

Agência O Globo
No próximo domingo, o Botafogo enfrenta o Flamengo
Mesmo depois do revés, o Botafogo não conseguiu mudar o panorama da partida. O time buscava o ataque, mas seguia errando muito. Somente nos minutos finais a equipe de General Severiano chegou com perigo. Primeiro, Andrezinho girou sobre a marcação e chutou cruzado, perto do gol do Madureira.

Aos 40 minutos, novamente Andrezinho, desta vez de falta, obrigou Marcio a fazer grande defesa.
Antes do intervalo, o Botafogo ainda desperdiçou outras duas chances, com Elkeson e Andrezinho. No entanto, foi para o vestiário atrás no placar em Conselheiro Galvão.

No segundo tempo, o técnico Oswaldo de Oliveira fez duas mudanças no Botafogo, com as entradas de Lucas e Herrera nos lugares de Lucas Zen e Elkeson, respectivamente. No entanto, quem teve a primeira boa chance de gol foi o Madureira logo com três minutos. Maciel tabelou com Dinei e chutou na rede pelo lado de fora. O Botafogo continuava dependende das bolas levantadas na área em direção ao uruguaio Loco Abreu. Muito marcado, o atacante não conseguia finalizar para o gol de Marcio.

O Botafogo, aos poucos, passou a dominar a partida e voltou a pressionar o Madureira em seu campo. O time continuava explorando as bolas na área, mas somente aos 20 minutos chegou com real perigo. Maicosuel tabelou com Herrera e recebeu de frente a Marcio. No entanto, o meia chutou em cima do goleiro.

De tanto insistir, o Botafogo conseguiu chegar ao empate aos 30 minutos. Caio foi derrubado na área por Gilson e o árbitro apontou pênalti após marcação do assistente que fica na linha de fundo. Herrera cobrou com categoria, sem chance para Marcio.

Depois do empate, o Botafogo foi com tudo em busca da virada e conseguiram aos 40 minutos. Renato cobrou falta para a área, o volante Rodrigo tentou cortar e acabou colocando para a própria rede. A bola ainda bateu na trave antes de entrar no gol de Marcio.

Quando parecia que o Botafogo conseguiria a vitória, acabou sofrendo a igualdade aos 44 minutos. Em um contra-ataque rápido, Rodrigo cruzou para Alex Silva, livre, cabecear para o gol de Jefferson e dar números finais a partida em Conselheiro Galvão.

FICHA TÉCNICA - MADUREIRA 2 X 2 BOTAFOGO
Local: Estádio Aniceto Moscoso, Conselheiro Galvão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 2 de fevereiro de 2012 (Quinta-feira)
Horário: 17h(de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço (RJ)
Cartões amarelos: Thiago Medeiros, Rodrigo, Dinei, Gilson, Bill e Tamaré (Madureira);
Antonio Carlos e Herrera (Botafogo)

GOLS:
MADUREIRA: Thiago Medeiros, aos 27min do primeiro tempo; Alex Alex Silva, aos 44min do segundo tempo
BOTAFOGO: Herrera, aos 30min do segundo tempo; Rodrigo (contra), aos 40min do segundo tempo

MADUREIRA: Márcio, Tamaré, Thiago Medeiros, Pessanha e Bill; Gilson, Michel Santos (Heitor), Rodrigo e Bruno Reis; Dinei (Alex Silva) e Maciel (Carlos Cezar)
Técnico: Luiz Cláudio

BOTAFOGO: Jéfferson, Lucas Zen (Lucas), Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Renato, Elkeson (Herrera), Andrezinho e Maicosuel (Caio); Loco Abreu
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e comente o empate da equipe

Leia tudo sobre: BotafogoCampeonato Carioca 2012Madureira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG