Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo encara o Nova Iguaçu, em Volta Redonda

Joel Santana pediu aos jogadores o máximo de atenção em campo, para evitar "surpresas desagradáveis"

Gazeta |

O Botafogo entra em campo nesta quarta-feira, às 17h (horário de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, para enfrentar o Nova Iguaçu, em confronto válido pela segunda rodada da Taça Rio. O time de General Severiano lidera o grupo B com três pontos, conquistados após triunfo por 4 a 2 sobre o Volta Redonda na estreia. Já a equipe laranja tenta se recuperar da derrota de 3 a 1 para o Madureira, que a fez ficar sem pontos ainda no grupo B. 

Joel Santana, técnico do Botafogo, pediu aos seus jogadores o máximo de atenção dentro de campo, para evitar "surpresas desagradáveis". O treinador se irritou com a falta de atenção da equipe em alguns momentos no confronto diante do Volta Redonda. Naquela ocasião, a equipe botafoguense abriu 2 a 0 e chegou a ceder o empate, mesmo estando com um homem a mais em campo.

"O Botafogo tem condições de ganhar seus jogos com muito mais facilidade em algumas ocasiões. Porém, muitas vezes pecamos pela falta de atenção. Contra o Volta Redonda poderíamos ter definido as coisas muito mais cedo e cedemos o empate por um erro de atenção. Mas conseguimos recuperar. Porém nem sempre será assim. Temos que ter atenção ao longo dos noventa minutos", disse Joel.

Gazeta Press
Recuperado de dores na região lombar, o uruguaio Loco Abreu reforça a equipe de Joel Santana
O comandante alertou sobre a qualidade do Nova Iguaçu. "Dos times de menor investimento, com certeza o Nova Iguaçu é um dos mais fortes. Tem padrão de jogo e mostrou isso quando enfrentou os grandes. Perdeu de 1 a 0 para o Flamengo e derrotou o Vasco em um jogo emocionante. Com certeza eles pensam em complicar a vida do Botafogo, ainda mais porque tropeçaram na estreia na Taça Rio. Cabe ao nosso time se impor e obter o resultado positivo", continuou o técnico.

Para os jogadores do Botafogo, a vitória contra o Nova Iguaçu é estrategicamente importante. Isso porque a Taça Rio ainda reserva ao time de General Severiano, na fase de classificação, clássicos contra Vasco e Flamengo.

"Temos que conseguir somar os nove pontos nos três primeiros jogos, pois depois começa a onda de clássicos, onde qualquer resultado pode acontecer. Ganhar do Nova Iguaçu e do Americano, no fim de semana, são vitórias fundamentais, já que em seguida vamos enfrentar o Vasco. Respeitamos todos os times que teremos pela frente neste Campeonato Carioca, mas precisamos entender onde a vitória se torna o único resultado que pode ser aceito e onde existe a margem de erro", lembrou o zagueiro Antônio Carlos, um dos líderes do atual elenco.

Diante do Nova Iguaçu Joel Santana terá a sua disposição o volante Marcelo Mattos, se recuperando de dores na sola do pé direito, e o atacante uruguaio Loco Abreu, que lutou contra dores na região lombar. Porém o primeiro, afastado há mais tempo, ficará de fora por precaução. Já o uruguaio reaparece na vaga de Caio. O zagueiro Antônio Carlos, com dores na panturrilha esquerda, será reavaliado. Caso seja vetado, João Fillipe entra na equipe.

Pelo lado do Nova Iguaçu existe a tranquilidade apesar do mau resultado na estreia. Isso porque o técnico Josué Teixeira entende que sua equipe está em processo de evolução e os resultados estão aparecendo.

"O resultado contra o Madureira foi ruim, mas a nossa atuação estava dentro do esperado. Acredito que podemos fazer um grande jogo contra o Botafogo e beliscar o resultado positivo. O nosso grupo está muito motivado e ciente de que tem condições de ter um bom desempenho na Taça Rio, assim como aconteceu no primeiro turno", explicou Josué.

Para este jogo o Nova Iguaçu terá o retorno do lateral direito Felipe Foca, que cumpriu suspensão contra o Madureira. Assim, Mossoró volta a atuar no meio de campo, com Paulo Henrique ficando como opção no banco de reservas.

Na classificação geral, que leva em consideração os dois turnos e vale para critério de rebaixamento, o Nova Iguaçu aparece na sexta colocação, com 11 pontos, livre da zona de risco. Os dois piores colocados disputarão a segunda divisão em 2012.

FICHA TÉCNICA - NOVA IGUAÇU X BOTAFOGO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ
Data: 9 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Carlos Eduardo Braga (RJ)
Assistentes: Leonan Berute (RJ) e Flávio da Silva (RJ)

NOVA IGUAÇU: Diogo; Leonardo, Alex e Jefferson; Felipe Foca, Amaral, Mossoró, Marquinhos e Cortês; Maycon e William Técnico: Josué Teixeira

BOTAFOGO: Jéfferson; Lucas, Antônio Carlos (João Fillipe), Márcio Rosário e Márcio Azevedo; Rodrigo Mancha, Bruno Tiago, Renato Cajá e Everton; Herrera e Loco Abreu Técnico: Joel Santana

Leia tudo sobre: botafogocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG