Tamanho do texto

Após goleada na última rodada, equipe do técnico Oswaldo de Oliveira tenta confirmar bom momento

selo

Nos três empates seguidos que colecionou, dois deles contra times considerados pequenos, o Botafogo e seu técnico, Oswaldo de Oliveira, foram alvos de críticas e desconfiança. Mas o treinador se manteve fiel ao esquema tático com três meias e um único atacante. Assim, foi recompensado com uma goleada por 5 a 0 sobre o Olaria na última rodada.

Agora, com motivação e confiança renovadas, o Botafogo encara o Bonsucesso neste sábado, a partir das 17hs, no Engenhão. E uma vitória já o coloca muito perto da classificação para as semifinais da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca.

Com nove pontos, o Botafogo chegaria a 12 em caso de triunfo neste sábado. Como Resende, Flamengo e Nova Iguaçu, os outros postulantes às duas vagas do Grupo A, se enfrentam nesta reta final, o time botafoguense, com essa pontuação, só seria eliminado nos critérios de desempate.

Ciente da importância do confronto deste sábado, Oswaldo de Oliveira tem procurado alertar seus jogadores sobre o perigo que uma vitória por goleada pode trazer consigo. Ele quer ver seus comandados com a mesma pegada que apresentaram na última quarta-feira, quando jogavam muito pressionados e acabaram vencendo o Olaria.

"Depois de passar por um alto nível de estresse, a tendência é relaxar. Precisamos estar prontos novamente, pois tivemos dificuldades em todos os jogos. Devemos estar entre o relaxamento e o estresse, em estado de alerta", ressaltou o técnico do Botafogo.

Para enfrentar o Bonsucesso, Oswaldo de Oliveira tem um problema. O meia Andrezinho, com dores musculares na coxa esquerda, deve ser poupado. Ele foi submetido a exames de imagem que não apontaram lesão muscular, mas a comissão técnica deve optar por preservá-lo para a rodada final, apenas no próximo fim de semana. Com isso, o atacante Herrera e o meia Felipe Menezes disputam a vaga, com favoritismo deste último, pois, com isso, o esquema atual seria preservado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.