Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo e Flamengo fazem clássico em busca de vaga na semifinal

Com invencibilidade do Flamengo em jogo, partida pode deixar um dos times mais perto da próxima fase

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

A rivalidade entre Botafogo e Flamengo, que nos últimos quatro anos decidiram as finais do Campeonato Carioca, ganha mais um capítulo neste domingo, às 18h30, no estádio Engenhão, pela sétima rodada da Taça Rio, segundo turno do estadual. O primeiro encontro entre as duas equipes no ano terminou de forma amarga para os botafoguenses, eliminados na disputa de pênaltis pelo Flamengo na semifinal da Taça Guanabara, em fevereiro.

Porém, pelo lado do Botafogo, muita coisa mudou desde a derrota para o rival. Começando pelo treinador. Desgastado, Joel Santana deixou o comando da equipe e Caio Júnior assumiu, propondo nova filosofia de jogo e uma equipe mais ofensiva. Porém, a situação da equipe no Campeonato Carioca não é tranquila. Segundo colocado no grupo B, o Botafogo vem de um tropeço no último domingo, quando empatou com o Resende por 1 a 1. Com 11 pontos, a equipe de General Severiano segue atrás do Olaria, que tem 14. Caso vença o clássico, o time comandado por Caio Júnior pode até assumir a liderança da chave e ficar bem perto da classificação.

Vipcomm
Deivid volta a ser titular no Flamengo
Para isso, a vitória por 3 a 0 sobre o Paraná no meio da semana, pela Copa do Brasil, serve de inspiração para o clássico. Nem mesmo o fato de ter se desgastado mais que o rival, que passou a semana apenas treinando, é visto como prejudicial para Caio Júnior. "Quando uma equipe cria 16 chances de gol em uma partida, está no caminho certo. Acho que já vejo uma equipe que acredita na virada de jogo, na saída de bola com os zagueiros sem 'chutão', na triangulação. Não está bom ainda, mas é um começo que motiva muito. Vamos sempre buscar a evolução", disse o treinador do Botafogo.

Porém, Caio Júnior faz questão de observar que a vocação ofensiva da equipe nas últimas partidas deve ser aliada a marcação, já que o Flamengo possui jogadores capazes de decidir. Para o treinador, equilíbrio é a chave para a vitória. "Tem que encontrar equilíbrio. Não adianta fazer gol e também levar muitos. Eles têm jogadores que desequilibram e precisam ser marcados de perto. Do Ronaldinho, não é nem preciso comentar. O Thiago Neves eu enfrentei na Liga da Ásia, quando estava no Catar. É um grande jogador, muito técnico, com um chute de fora muito bom. Não podemos relaxar na marcação, mas temos um esquema de jogo e temos que apostar nele", disse Caio Júnior.

Por ter eliminado a segunda partida contra o Fortaleza, pela Copa do Brasil, o Flamengo teve a semana inteira para treinar e se concentrou em Atibaia, no interior de São Paulo. O time segue na segunda colocação do grupo A, com 12 pontos, quatro atrás do Vasco. Além de ficar mais perto da classificação, uma vitória manterá a invencibilidade dos comandados de Luxemburgo, que não perderam nas 19 partidas da atual temporada. Ao lado do Coritiba, o Flamengo é o único que disputará a Série A este ano que ainda não foi derrotado.

AE
Loco Abreu marcou dois gols contra o Paraná, no meio da semana, e será titular
Para o meia Thiago Neves, além da invencibilidade em jogo, a partida contra o Botafogo é importante para que a equipe possa se classificar às semifinais da Taça Rio. Caso conquiste o segundo turno, o Flamengo não terá que fazer a final do Campeonato Carioca, sendo campeão antecipadamente. "Vencer o Botafogo para nós é decisão, um jogo importante. Se o Flamengo vencer esse jogo, vai estar em vantagem para conseguir a classificação. Se tropeçarmos, nosso objetivo, que é ser campeão direito, fica um pouco difícil. Importante é vencer o clássico, vencer o Macaé (na rodada seguinte) e chegar na semifinal.

No Flamengo, a novidade é a volta do atacante Deivid ao time titular. O jogador foi o destaque no treinamento da equipe na última sexta-feira, marcando três gols com o colete dos titulares, e fica com a vaga de Wanderley. O técnico Luxemburgo disse que a entrada de Deivid ocorre com uma mudança nas funções do demais jogadores no ataque.

“Eu adiantei o Ronaldinho, que vai ser um segundo atacante e recuei o Thiago Neves. Agora, se precisar, mudo de novo”, disse Luxemburgo, que também manteve o lateral-esquerdo Rodrigo Alvim na equipe. Ronaldinho Gaúcho, que sentiu dores no tornozelo durante o recreativo deste sábado e deu um susto na comissão técnica, já está recuperado e não terá problemas para entrar em campo.

Assim como Vanderlei Luxemburgo, o técnico Caio Júnior também não fez mistério sobre o time que levará a campo neste domingo. A única mudança em relação ao time que venceu o Paraná, na última quarta-feira, é a entrada do volante Somália na lateral-esquerda, no lugar de Márcio Azevedo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

FICHA TÉCNICA - BOTAFOGO X FLAMENGO

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 10 de abril de 2011 (domingo)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Dibret Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz Antônio Muniz de Oliveira (RJ)

BOTAFOGO: Jefferson; Alessandro, Antônio Carlos, João Filipe e Somália; Arévalo, Marcelo Mattos, Bruno Tiago e Everton; Herrera e Loco Abreu
Técnico: Caio Junior

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, David e Rodrigo Alvim; Maldonado, Willians, Renato e Thiago Neves; Ronaldinho e Deivid
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Leia tudo sobre: BotafogoFlamengoCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG