Preço do jogador do Benfica assustou a direção do clube, que ainda busca reforços na Europa

A diretoria do Botafogo não deverá insistir na contratação do meia Felipe Menezes , que tem os direitos federativos ligados ao Benfica, de Portugal. O primeiro contato com dirigentes portugueses, feito por intermediários, assustou o clube carioca devido ao alto valor pedido pelos lusitanos para liberar o apoiador. A quantia não foi revelada, mas ficou muito além da realidade que o clube carioca pretende investir por um atleta que não conseguiu grande destaque no cenário internacional.

O valor pedido pelo Benfica foi semelhante ao que o clube português exigiu do Fulham, da Inglaterra, que também tinha interesse no atleta e recuou pelo mesmo motivo. O Botafogo também tentou o empréstimo por um ano, mas o Benfica não quis abrir negociações.

Dedê e Diego são opções

Sem Felipe Menezes, cresce a possibilidade de o clube contratar Dedê , que era lateral de origem, mas que vinha atuando como homem de criação no Borussia Dortmund, da Alemanha. O jogador é visto como uma alternativa simples de se concretizar, já que o atleta não vai mais permanecer na Alemanha, onde defende o mesmo clube desde 1998.

Um provável acerto com Dedê não vai afastar a possibilidade de o Botafogo seguir insistindo no meia Diego, ex- Santos , que não vai permanecer no Wolfsburg da Alemanha. O Botafogo vem negociando com procuradores do atleta, que tem uma proposta milonária da China. Mas os botafoguenses têm a esperança de que possa prevalecer a vontade do jogador de mostrar serviço ao técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes. No futebol chinês ele ficaria escondido.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.