Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo critica resposta da Anaf e reitera pedido de mudanças

Clube se disse perplexo com forma irônica da carta aberta e vê tom de ameaça em texto da entidade

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

AE
O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção
Após ser acusado pela Anaf (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol) de 'choro repetitivo', em nota divulgada nesta segunda-feira, no site oficial da entidade, o Botafogo respondeu e se disse perplexo com o texto, que teria sido 'escrito de forma grosseira, repleto de informações inverídicas'.

A polêmica entre clube e entidade começou na última sexta-feira, quando o presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, deu entrevista coletiva lamentando o nível da arbitragem brasileira e pedindo a troca de Sérgio Corrêa, chefe da comissão nacional de arbitragem. O clube se sentiu prejudicado pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro, que deu um pênalti para o Avaí, na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Com o empate por 1 a 1, o clube carioca foi eliminado da competição.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

No texto, assinado pelo Conselho Diretor, o Botafogo questiona as informações apresentadas pela Anaf e afirma que a maneira 'grosseira' reflete a falta de preparo das entidades que comandam a arbitragem no país. "O texto, escrito de forma grosseira, repleto de informações inverídicas e sequer assinado por algum membro da associação, reflete o despreparo absoluto das autoridades que representam a arbitragem brasileira", diz a nota.

O Botafogo ainda questiona trecho da carta da entidade, que declara irá acompanhar e divulgar cada um clube que reclamar do nível da arbitragem brasileira. O clube entende que a entidade está ameaçando as equipes do futebol brasileiro. "O Botafogo considera muito grave o tom ameaçador da ANAF quando esta anuncia que “vai acompanhar e divulgar cada (clube) que emitir notas oficiais pueris com o objetivo de desviar seus próprios problemas", declara a carta.

Leia a nota na íntegra:
O Botafogo de Futebol e Regatas (BOTAFOGO) vem a público manifestar perplexidade com o conteúdo da nota publicada nesta segunda-feira no site oficial da Associação Nacional de Árbitros de Futebol (ANAF). O texto, escrito de forma grosseira, repleto de informações inverídicas e sequer assinado por algum membro da associação, reflete o despreparo absoluto das autoridades que representam a arbitragem brasileira.

A diretoria do BOTAFOGO entende que o fato de divulgar uma Nota Oficial questionando a atuação e contribuição do presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, principalmente na capacitação de árbitros no país e sua responsabilidade neste processo, é uma forma de abrir a discussão de um problema que aflige a maioria dos clubes que disputam as principais competições do futebol brasileiro, e é tema central na evolução do esporte no país.

O que o BOTAFOGO não entende é que, ao tomar tal atitude, a ANAF se sinta no direito de expor e discutir questões que competem somente ao BOTAFOGO, sua diretoria, seus funcionários e seus torcedores. O Clube considera grave o fato de a ANAF, instituição importante no cenário esportivo, desconhecer por completo que o BOTAFOGO é concessionário do Estádio Olímpico João Havelange por pelo menos mais 36 anos, por ter vencido licitação pública como único candidato capaz de fazê-lo.

Consideramos no mínimo inadequado a ANAF defender membros de seu quadro de árbitros citando outros erros cometidos na mesma partida.

Da mesma forma, lamentamos a postura da ANAF em utilizar o episódio de violência ocorrido no aeroporto do Rio de Janeiro como maneira de agredir o BOTAFOGO, demonstrando total falta de respeito aos jogadores e suas respectivas famílias.

O BOTAFOGO considera muito grave o tom ameaçador da ANAF quando esta anuncia que “vai acompanhar e divulgar cada (clube) que emitir notas oficiais pueris com o objetivo de desviar seus próprios problemas”.

Segundo seu site oficial, a ANAF é uma instituição fundada em 25 de outubro de 1997 com o objetivo de representar os árbitros de futebol brasileiros em todos os âmbitos, dando condições a seus associados de exercer suas atividades dentro e fora de campo com tranquilidade, segurança e respaldo provenientes de um trabalho que alia preparo físico a cursos, palestras e treinamentos e o BOTAFOGO entende que sua atuação deve se ater a este objetivo.

O BOTAFOGO é um clube centenário e sua história gloriosa contribuiu significativamente na construção e consolidação do Brasil como país do futebol. O Clube foi eleito pela FIFA um dos 12 maiores do século XX e ostenta a honra de ser a entidade que mais cedeu jogadores às seleções brasileiras em todas as edições da Copa do Mundo.

A diretoria do Botafogo FR tem a exata noção de que “os árbitros são falíveis”, da mesma forma que não espera “a perfeição divina” dos mesmos em suas funções, entretanto reitera a necessidade de mudanças na coordenação da Comissão Nacional de Arbitragem.

Conselho Diretor
Botafogo de Futebol e Regatas
 

Leia tudo sobre: botafogocopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG