Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo começa temporada 2011 com mais problemas disciplinares

Mentira de Somália na reapresentação e restrição ao uso do Twitter já irritaram o técnico Joel Santana

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Quando emprestou o atacante Jobson ao Atlético-MG, no final do ano passado, o Botafogo imaginou que estaria resolvendo boa parte dos seus problemas disciplinares. O jogador, constantemente envolvido em polêmicas, e que se atrasou e faltou em treinos da equipe, chegou a ficar 'órfão' do técnico Joel Santana, que é conhecido por acolher os mais jovens.

Mas apesar dos 100% de aproveitamento em 2011, com quatro jogos e quatro vitórias na Taça Guanabara, o clube já acumula três problemas disciplinares em apenas um mês. O último deles aconteceu na última segunda-feira, com a restrição imposta pela diretoria aos jogadores sobre o uso das redes sociais, em relação ao ambiente de trabalho no clube. 

Confira as primeiras polêmicas do Botafogo em 2011:

Caso Somália
Após faltar a reapresentação do elenco, no dia 3 de janeiro, o volante entrou em contato com membros da diretoria do clube. Informou que havia sofrido um sequestro-relâmpago para justificar a ausência e se dirigiu até uma delegacia para registrar um boletim de ocorrência sobre o caso.

Em apenas dois dias de investigação, a polícia descobriu que a situação havia sido inventada pelo jogador, que chegou a dar uma entrevista coletiva sobre a suposta violência sofrida. Como punição, Somália teve que pagar R$ 22 mil em cestas básicas para a Justiça e ainda foi punido em 40% do salário pelo Botafogo.

Loco Abreu e Joel Santana
Ao deixar o gramado do Engenhão após a estreia da equipe no Campeonato Carioca, com vitória de virada sobre o Duque de Caxias, o atacante uruguaio analisou a partida e fez criticas ao modo de jogar da equipe. Informado sobre as declarações de Loco Abreu na coletiva após a partida, o técnico Joel Santana se irritou e comentou 'Mas esse Loco está falando muito, né?'.

A troca de farpas fez com que comissão técnica e jogadores se reunissem para discutir problemas internos. Algum tempo depois, Loco Abreu publicou carta garantindo que foi mal interpretado e Joel Santana colocou um ponto final na discussão.

Twitter
Usuário do serviço de microblog, o atacante Caio desabafou após a partida do último sábado, contra o Olaria. "Um sol pra cada um hoje (sábado) e eu tendo que acompanhar lateral. Chateado demais", postou o atacante, que substituiu o jovem Lucas na lateral-direita.

O comentário fez com que a diretoria informasse aos jogadores que não irá mais tolerar comentários acerca do ambiente profissional nas redes sociais da Internet. Porém, os atletas botafoguenses não serão obrigados a desativar as contas existentes no serviço.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG