Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Botafogo começa caminhada por título inédito da Copa do Brasil

Sem o técnico Joel Santana no banco de reservas, equipe enfrenta o River Plate-SE nesta quarta-feira

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Desde o final do Campeonato Brasileiro de 2010, quando o Botafogo perdeu a vaga para a Copa Libertadores na última partida, contra o Grêmio, o torneio internacional virou uma espécie de obsessão dentro do clube. Jogadores, dirigentes e o técnico Joel Santana falam desde o início da temporada sobre a importância da equipe carioca voltar ao campeonato sul-americano.

Nesta quarta-feira, às 19h30, no estádio Lourival Baptista, o Batistão, contra o River Plate-SE, o Botafogo inicia o caminho mais curta para chegar à Libertadores, e principalmente, de conquistar um torneio inédito na sua história: a Copa do Brasil. A equipe já disputou a final do torneio em 1999, mas acabou derrotada pelo Juventude e ficou sem o título.

Eliminado pelo Flamengo na semifinal da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, o Botafogo terá uma vantagem no duelo contra o River. Cerca de 10 mil ingressos foram vendidos e o time carioca, recebido com festa desde o desembarque, deve jogar com apoio da torcida. Para Joel, a oportunidade é boa para esquecer a eliminação sofrida para o rival.

"Não estamos mais pensando no que aconteceu diante do Flamengo, pois a festa para nós ainda não acabou no Campeonato Carioca. Temos condições de conquistar o título estadual se ganharmos o segundo turno. Portanto, não vamos enfrentar o River Plate desmotivados. Muito pelo contrário, é uma excelente oportunidade para ganharmos e esquecermos o que ficou para trás", afirmou o treinador.

Gazeta
Loco Abreu é uma das esperanças de gol do Botafogo na estreia da Copa do Brasil

Caso vença por dois ou mais gols de diferença, o Botafogo avança para a segunda fase sem a necessidade do confronto de volta e enfrenta o vencedor de Paraná e Gurupi-TO. Se vencer por um placar mínimo, empatar ou perder, Botafogo e River voltam a se enfrentar no dia 2 de março, no estádio Engenhão.

Traumas recentes
Nas últimas duas edições da Copa do Brasil, o Botafogo apresentou um desempenho muito abaixo do esperado. Em 2010, foi eliminado pelo Santa Cruz na segunda fase da competição. Um ano antes, na mesma fase, a derrota veio contra o Americano. Por isso, o volante Bruno pede cautela e atenção contra o River Plate-SE.

"Sei que a motivação dos adversários nas primeiras fases é maior, pois ainda não têm reconhecimento e querem mostrar tudo quando enfrentam um time grande. Temos que não dar condições e impor nosso jogo para evitar uma surpresa", declarou o jogador, que disputará a Copa do Brasil pela primeira vez na carreira.

Desfalques dentro e fora de campo
O técnico Joel Santana terá dois problemas para escalar o Botafogo. Além de Marcelo Mattos, que ficou de fora das duas últimas partidas da equipe no Campeonato Carioca por uma inflamação na sola do pé direito, o volante uruguaio Arévalo Rios sentiu um problema na coxa esquerda e nem viajou com o grupo para Aracaju. Por outro lado, o volante Bruno Tiago, que não atuou contra o Flamengo por estar suspenso, volta ao time titular do Botafogo, que pode ter mudanças.

"Talvez seja uma equipe diferente em relação à que jogou no último domingo. É uma coisa nova que passou pela minha cabeça. Aqui a gente pode arriscar mais um pouco, porque uma vitória por dois ou mais gols de diferença elimina a partida de volta e, assim, teremos mais tempo para trabalhar em meio a um calendário muito apertado", disse o técnico do Botafogo.

Joel Santana não poderá comandar a equipe no banco de reservas. Expulso na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, contra o Grêmio, o treinador terá que cumprir a suspensão na partida da Copa do Brasil, que também é organizada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Assim, o auxiliar técnico Maurício Albuquerque deve passar as orientações ao time do banco de reservas.

Adversário em boa fase
Campeão Sergipano pela primeira vez na história em 2010, o River Plate-SE volta a atravessar grande fase no torneio estadual desta temporada, já que ocupa a liderança do Grupo B, com dez pontos. O River Plate ainda não perdeu na temporada e tem como destaque a dupla de ataque, Bibi e Fábio Júnior, além do zagueiro Váldson, que defendeu as cores do próprio Botafogo no início da década passada.

"Não vejo a hora de reencontrar o Joel Santana e poder conversar com ele e com os jogadores do Botafogo. Para mim será uma grande experiência e espero poder ajudar o River Plate a conquistar um resultado positivo", disse Váldson, que foi dirigido por Joel Santana no próprio Botafogo, em 2000.

FICHA TÉCNICA - RIVER PLATE-SE x BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Lourival Baptista, o Baptistão, em Aracaju (SE)
Data: 23 de fevereiro de 2011 (Quarta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Marielson Silva (BA)
Assistentes: Luiz Carlos Teixeira (BA) e Adson Leal (BA)

RIVER PLATE: Max; Wallace, Bebeto, Váldson e Pedrinho; Bruno Ramos, Fernando Pilar, Eder e Bebeto Oliveira; Bibi e Fábio Júnior
Técnico: Aílton Silva

BOTAFOGO: Jefferson; Alessandro, Antônio Carlos, Márcio Rosário e Márcio Azevedo; Rodrigo Mancha, Bruno Tiago, Somália (Everton) e Renato Cajá; Herrera e Loco Abreu
Técnico: Joel Santana

Leia tudo sobre: botafogocopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG