Em 2005, com Renato Gaúcho como chefe, ex-atacante tinha 39 anos e marcou 22 vezes no Brasileirão

Borges precisa melhorar para superar a marcação adversária
AE
Borges precisa melhorar para superar a marcação adversária
Além do modelo técnico aplicado com sucesso em Jonas , o técnico Renato Gaúcho revelou nesta terça-feira outra receita para melhorar o desempenho de Borges no Grêmio : dará o mesmo treino físico que fez Romário ser artilheiro do Brasileirão 2005 com 39 anos. Tudo porque, apesar da efetividade, o camisa 9 tricolor acumula atuações irregulares em 2011.

Com dez gols em 17 jogos, Borges é quem mais balançou a rede no Grêmio. Os números poderiam ser melhores se estivesse melhor condicionado:

"Desde que cheguei ao Grêmio (janeiro de 2010), ganhei cinco quilos de massa muscular. Como não comecei a temporada com os colegas (machucou a coxa direita), preciso de um trabalho específico de agilidade".

O diagnóstico surgiu em conversa entre o atleta e o treinador, na Bolívia, após a derrota para o Oriente Petrolero pela Libertadores. A semana sem jogos caiu como uma luva.

"Trabalho consiste em piques curtos. Foi o mesmo trabalho que o Romário fez comigo e com meu auxiliar Alexandre (Mendes) no Vasco: foi o goleador do Brasileiro. Tem que pensar rápido, chegar na área e ser artilheiro. Jogar o Borges sabe, só tem que voltar a render. Ele está forte e precisa de mobilidade", explicou Renato.

Borges justificou o ganho de massa muscular pela característica do futebol gaúcho, no qual os enfrentamentos com os zagueiros exigem "força e pegada". Renato disse que o seu "olho clínico" percebeu o problema:

"É preciso ver com quem trabalhou com ele o que aconteceu. Alguns preparadores dão vitaminas a jogadores. É necessário cuidar disso caso contrário o atleta vira um robô".

Resta saber se a receita funcionará com Borges. Romário a aproveitou e fez 22 gols...

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.