Emprestado pelo Corinthians, jogador não estava sendo aproveitado pelo técnico René Simões

Com poucas oportunidades no Bahia , o volante Boquita entrou em acordo com a diretoria, rescindiu seu contrato e acertou com a Portuguesa . O jogador, que chegou ao clube baiano em dezembro do ano passado, emprestado pelo Corinthians , atuou em apenas 20 partidas.

"Não tive muitas oportunidades e fico triste por não ter conseguido jogar tudo que sei. Mas a vida segue, eu tenho que procurar o melhor para mim e espero ser feliz na Portuguesa", disse o volante.

Apesar da tristeza por ter jogado em poucas ocasiões, Boquita disse não guardar mágoa do técnico Renê Simões e ainda prometeu ficar na torcida para que o Bahia tenha um bom desempenho no restante do Campeonato Brasileiro.

"Fiz muitos amigos e vou torcer por todos eles. Fico triste de deixá-los, mas a minha vida tem que seguir. Agradeço o carinho da torcida e de todos do clube. Quem sabe mais para frente eu possa voltar a jogar pelo Bahia para retribuir."

Aos 21 anos, Boquita é cria das categorias de base do Corinthians. O jogador foi destaque do clube na conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2009, e então foi alçado à equipe profissional.No mesmo ano, teve bons lampejos sob o comando de Mano Menezes, mas perdeu espaço, acabou sendo emprestado ao Bahia em dezembro de 2010.

Com vínculo com o clube paulista até junho de 2013, o volante chega à Portuguesa também por empréstimo, até o final da temporada. A Portuguesa é a líder da Série B e tem como próximo adversário o, agora, ex-rival de Boquita, o Vitória.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.