erro zero para o Mundial de clubes - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bolívar fala em erro zero para o Mundial de clubes

Celso Roth considera que o Inter chegará bem taticamente a Abu Dhabi, apesar do cansaço

Gazeta Esportiva |

O Internacional terá que ser uma equipe quase perfeita para vencer o Mundial de clubes. A avaliação é do zagueiro Bolívar: "O Celso Roth vai trabalhar muito a parte tática, pois não podemos falhar. Tem que ser erro zero", alerta o capitão, que vive a expectativa de levantar a taça de melhor time do planeta, como fez Fernandão em 2006: "não tem como ser capitão da equipe e não sonhar em levantar a taça", confessou.

Roth considera que o Inter chegará bem taticamente a Abu Dhabi, apesar do cansaço: "não dá para esquecer que estamos terminando a temporada. O estágio dos jogadores é bom, mas o Inter está com 70 partidas no ano. Teremos alguns dias para trabalhar a parte tática e técnica, e certamente estaremos no nível que a gente quer", projeta o técnico colorado.

Sobre o Mundial, o presidente Vitório Piffero considera o grupo do Internacional capaz de conquistar o título, como há quatro anos. Embora todos façam questão de ressaltar que a semifinal será difícil, Piffero reconhece que a Inter de Milão terá caminho mais fácil até a decisão: "não tenho dúvida que a outra chave foi beneficiada. Nosso primeiro adversário será complicado. Na nossa chave o equilíbrio é muito maior".

As declarações de Roth, Piffero e Bolívar ocorreram durante o chamado Fifa Day. Além deles, concederam entrevista nos camarotes do Beira-Rio o volante Guiñazu e o meia Giuliano. Depois da coletiva, o grupo colorado retomou os treinos para a partida contra o Grêmio Prudente, pelo Brasileirão, na quinta.

Leia tudo sobre: internacionalmundial de clubes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG