Volante do Inter diz que a eliminação da Argentina doeu e que o Brasil não merecia ter perdido

Cotado para jogar a Copa América, o volante Bolatti, do Internacional , teve que ver pela televisão o mau desempenho da seleção argentina. Ele acabou preterido pelo técnico Sérgio Batista no último momento. Preferiu não comentar sobre os erros cometidos por seu país na competição, mas admite que sofreu com a queda da Argentina nas quartas-de-final.

“Complicado. Argentina não jogou bem na fase de grupos. Fez a melhor partida contra o Uruguai, mas acabou ficando fora. É difícil tirar conclusões agora que já aconteceu. Não gosto de falar quando estou de fora. Como todo argentino me doeu a eliminação. Imagino pelo que passaram meus companheiros. Temos que olhar pra frente. Deixaremos que os jornalistas e dirigentes falem”, disse.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Outra surpresa foi a eliminação do Brasil, na mesma fase. O time de Mano Menezes perdeu para o Paraguai, nos pênaltis. Resultado injusto, na opinião do jogador do clube gaúcho.

“Acho que foi muito similar. Fizeram um jogo bárbaro contra o Paraguai, não mereciam perder. Uma pena que duas seleções grandes tenham caído tão rápido, mas também significa que o futebol está muito parelho. A Venezuela chegou e mostrou uma boa equipe”, comentou.

Uruguai e Paraguai decidem a Copa América neste domingo, às 16 horas. O Inter viaja para a Alemanha, onde disputa a Copa Audi. O Barcelona será o adversário da semifinal do torneio amistoso, na terça-feira. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.