Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bola parada recebe atenção no Corinthians antes das quartas

Jogadores do Corinthians trabalharam faltas e pênaltis também nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava

Gazeta |

Além do tradicional apronto de véspera, quando trabalha o time titular sem adversário, o técnico Tite voltou a usar a sexta-feira para ensaiar cobranças de falta e pênalti. Neste sábado, o Corinthians decide vaga na semifinal do Campeonato Paulista contra o Oeste, em jogo único, no Pacaembu.

"Eu me atento a todas as situações. Velocidade, jogadas de bola parada... Ontem (quinta-feira), treinamos a bola para defensiva. Hoje, treinamos bola parada ofensiva", argumentou o treinador.

O goleiro Júlio César, que participou das duas atividades, alertou os companheiros para a qualidade do sistema defensivo da equipe de Itápolis, que tem a quarta zaga menos vazada da competição, com 17 gols sofridos, muito em função da boa qualidade do arqueiro Fábio.

"Acompanho o Fábio, que é um excelente goleiro, desde a época em que ele defendia Guaratinguetá, Portuguesa. Apesar de ser alto, tem 2m de altura, é rápido e se posiciona bem. Tem que alçar bola na área um pouco longe dele e chutar bastante", analisou o camisa 1.

O tamanho do goleiro adversário também pode dificultar os batedores do Corinthians em uma eventual disputa por pênaltis. O meia Bruno César, que se destacou no fundamento durante a semana, porém, não se mostra preocupado com a possibilidade de decidir a vaga assim.

"Pênalti é tranquilidade. Nosso pensamento é de entrar para decidir o jogo (no tempo normal), porque estamos diante da nossa torcida, que vai apoiar o tempo todo. Mas o aproveitamento nos pênaltis está bom, o pessoal está treinando sério e estamos bem tranquilos", comentou.

Leia tudo sobre: corinthianscampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG